Checklist da escola segura: como a gestão promove saúde mental
Baixe agora!
Blog da Árvore
Educação
Programa de Educação Socioemocional: como funciona e quais as vantagens

Programa de Educação Socioemocional: como funciona e quais as vantagens

5 abril 2024
4 min
Post modificado em:
5/4/2024

Gestor, você já se perguntou sobre os desafios únicos que crianças e adolescentes enfrentam no mundo contemporâneo, especialmente com o avanço tecnológico e frequentes mudanças sociais? O amadurecimento na infância e na adolescência nunca foi simples, mas as gerações atuais se deparam com questões inéditas. 

Um excessivo uso das redes sociais, por exemplo, pode resultar em problemas como isolamento social, dependência e baixa capacidade de concentração. Portanto, o diálogo franco e frequente com alunos e suas famílias é, mais do que nunca, necessário.

Além disso, questões como violência urbana, bullying e cyberbullying não figuram apenas nas manchetes dos jornais. Elas afetam diretamente a vida e o bem-estar de nossos alunos, influenciando seu comportamento e seu desempenho escolar.

Diante desses desafios, precisamos repensar o papel da escola na formação integral dos estudantes. Nesse sentido, a escola não deve ser apenas um espaço de aprendizado acadêmico, mas também um ambiente de desenvolvimento pessoal e emocional.

Foi considerando esse complexo cenário que preparamos o post de hoje. Você entenderá:

  • em que consiste um programa de Educação Socioemocional;
  • como funciona, na prática, um programa de Educação Socioemocional;
  • os benefícios de adotar um projeto do tipo na sua escola; e
  • os diferenciais do Sentir, o programa de Educação Socioemocional desenvolvido pela Árvore em parceria com a Educa, de Rossandro Klinjey.

O que é um Programa de Educação Socioemocional?

Um Programa de Educação Socioemocional busca endereçar as competências emocionais e sociais dos alunos, considerando-as tão fundamentais quanto o ensino de conteúdos programáticos. Seus objetivos principais são:

  • fomentar a inteligência emocional, capacitando os estudantes a compreender e manejar suas emoções de maneira produtiva;
  • promover a cooperação e a empatia, incentivando o trabalho em equipe e um espírito de compreensão mútua e respeito; e
  • desenvolver a resiliência e habilidades de decisão, equipando os alunos com a capacidade de enfrentar desafios e fazer escolhas ponderadas.

Por exemplo: um componente do programa pode incluir exercícios que ajudam os estudantes a identificar suas emoções e as dos outros. Por meio de atividades de encenação teatral, eles podem interpretar diferentes sentimentos e reações baseados em cenários comuns da vida escolar ou pessoal. 

Um impacto inicial deste tipo de atividade é o aumento da autoconsciência emocional. Ademais, tais dinâmicas promovem a empatia ao colocar os alunos na posição de seus colegas, ajudando-os a entender perspectivas e emoções diferentes das suas.

Outro aspecto prático pode ser a implementação de círculos de diálogo, nos quais os alunos são encorajados a compartilhar suas experiências e sentimentos em um ambiente seguro e acolhedor. 

Esses círculos incentivam a prática da escuta ativa e do respeito mútuo, fundamentais para a construção de relacionamentos interpessoais saudáveis. 

Como funciona um Programa de Educação Socioemocional?

Um bom programa de Educação Socioemocional deve ser integrado ao currículo por meio de atividades estruturadas que promovem o desenvolvimento de habilidades socioemocionais. Além disso, costumam abarcar 3 públicos:

  1. os alunos, protagonistas do processo de ensino-aprendizagem em atividades práticas e envolventes;
  2. os professores, que podem ter acesso a uma formação continuada que os prepare para apoiar eficazmente as turmas; e
  3. as famílias, convidadas a aprofundar a parceria com a escola por meio da Educação Parental.

Nesse processo, os professores podem, por exemplo, utilizar técnicas de mindfulness no início das aulas para ajudar os estudantes a se centrarem e a gerenciarem o estresse. Tais práticas melhoram a concentração e reduzem a ansiedade antes de testes ou apresentações.

Além disso, projetos de grupo que requerem colaboração e negociação são frequentemente empregados para ensinar aos alunos como trabalhar efetivamente em equipe, respeitando diferentes pontos de vista e chegando a consensos. 

Tais atividades não apenas reforçam a importância da cooperação e do respeito mútuo, mas também preparam os estudantes para o mercado de trabalho, no qual habilidades de colaboração e comunicação são essenciais. 

Os professores, por sua vez, atuam como mediadores e guias, fornecendo feedback construtivo e encorajando a reflexão sobre como essas habilidades podem ser aplicadas em situações reais.

Quais as vantagens de ter um Programa de Educação Socioemocional na sua escola?

Implementar um Programa de Educação Socioemocional na sua escola oferece benefícios que vão além do ambiente escolar, preparando os alunos para enfrentar desafios da vida com maior resiliência e empatia. 

Evidentemente, isso traz impactos positivos e duradouros para o chão da escola, lares e sociedade. Confira alguns a seguir.

  • Quanto mais positiva e inclusiva é uma instituição de ensino, maior o bem-estar de todos os membros da comunidade escolar.
  • Estudantes com habilidades socioemocionais bem desenvolvidas são mais motivados e engajados nos estudos. Portanto, apresentam melhores desempenhos acadêmicos.
  • Uma cultura escolar de respeito e ética contribui para um ambiente de aprendizagem onde a paz e a cooperação são a norma.

Ao desenvolverem uma maior autoconsciência emocional, os estudantes se tornam capazes de reconhecer quando estão sob estresse e de buscar estratégias saudáveis de enfrentamento às adversidades. 

Essas estratégias incluem atividades saudáveis, como a prática de esportes ou hobbies que os relaxem, ao invés de recorrerem a comportamentos de evasão ou agressividade.

Além disso, o reforço da empatia e das habilidades de comunicação tem um impacto direto na redução de conflitos interpessoais, como o bullying e o cyberbullying. Os alunos aprendem a valorizar as diferenças e a resolver desentendimentos de maneira construtiva.

Essas medidas, somadas, promovem um ambiente escolar mais inclusivo e seguro. Esses dois fatores tendem a melhorar consideravelmente o clima escolar, aumentando a satisfação dos estudantes e da equipe pedagógica.

Como o Sentir, o programa de Educação Socioemocional da Árvore e da Educa, pode te ajudar?

O Sentir é uma inovadora jornada pedagógica, fruto da colaboração entre a Árvore e a Educa, sob a orientação de Rossandro Klinjey, um renomado psicólogo clínico e especialista em educação e desenvolvimento humano. O programa conta com:

  • materiais pedagógicos exclusivos desenvolvidos por Klinjey em diálogo com a leitura literária;
  • a Escola Parental, que é um programa com encontros formativos que auxiliam as famílias a lidar com os desafios emocionais do século XXI;
  • acesso à plataforma gamificada de aprendizagem da Árvore, com centenas de  títulos sobre o tema que podem ser trabalhados de modo interdisciplinar para promover a Educação socioemocional;
  • a adequação à faixa etária de estudantes de todas as etapas escolares;
  • materiais e ferramentas para dinâmicas híbridas de aprendizagem, unindo o melhor do mundo digital ao chão da escola, promovendo o letramento digital e a leitura de mundo;
  • uma abordagem de ensino-aprendizado que promove a educação midiática e o letramento digital para formar alunos críticos e capazes de aproveitar o ambiente online de forma positiva; e
  • o desenvolvimento de Projetos de Vida alinhados com as competências socioemocionais previstas na BNCC.

Esperamos que este post tenha te ajudado a compreender a profundidade e a importância de integrar um Programa de Educação Socioemocional na sua instituição de ensino. 

Lembre-se que, como gestor escolar, você tem a oportunidade única de impactar positivamente a vida de seus alunos. Ao promover o desenvolvimento emocional e social, você estará contribuindo para formar indivíduos mais resilientes, empáticos e preparados para os desafios do futuro.

Convidamos você a dar o próximo passo na transformação educacional da sua escola. Se sua escola já possui parceria com a Árvore, confira como adquirir esse módulo preenchendo o formulário no site. Até a próxima!

Baixe o Guia Definitivo da Gestão Escolar!

Tenha acesso a dicas, materiais e conteúdos práticos para tornar o dia a dia da gestão escolar mais simplificado. É gratuito!

Preencha o formulário ao lado e receba o material no seu e-mail.

Formulário enviado com sucesso!
Erro! Por favor, tente novamente.

Você pode gostar também

Educação

Volta às aulas: exemplo real de como se preparar

Quer se preparar para o volta às aulas na sua escola?

Continuar
Educação

Árvore estará na Bett Educar 2022! Confira os destaques

Confira as novidades que a Árvore vai levar para a Bett Educar de 2022!

Continuar