Checklist da escola segura: como a gestão promove saúde mental
Baixe agora!
Blog da Árvore
Educação
Letramento digital: o que é e qual sua importância?

Letramento digital: o que é e qual sua importância?

29 de abril de 2021
8 minutos
Post modificado em:
2/12/2022

O termo “letramento” está relacionado ao exercício de ler e escrever. Sendo assim, ser letrado significa responder às demandas sociais de leitura e de escrita.

Atualmente, a gestão escolar entende que estas práticas envolvem também os ambientes digitais, uma vez que a virada do século XXI apresentou novas ferramentas tecnológicas, como o computador e a internet.

O avanço da tecnologia digital, então, incentivou uma profunda reorganização cultural e novas percepções de mundo e de linguagem, transformando nosso modo de interagir com tudo o que nos cerca. Por isso, vamos falar, neste artigo, sobre o letramento digital.

O que é letramento digital?

O letramento digital abarca as práticas de leitura e escrita de conteúdos disponibilizados em ambientes digitais, uma vez que, na internet, ler, escrever e produzir esses materiais não são atividades independentes. Esse conceito, de certa forma, também responde à pergunta “o que é alfabetização digital”.

Afinal, quantas vezes lemos um texto e deixamos, ao final de nossa leitura, um comentário sobre ele? Ou, ainda, você, gestor escolar, já viu alguém compartilhar uma imagem, um meme ou uma matéria jornalística em alguma de suas redes sociais?

No mundo contemporâneo, a comunicação, a troca, o diálogo - e até mesmo os afetos - passam também pelo ambiente virtual. Portanto, letramento digital significa dominar as ferramentas necessárias e construir conhecimento em uma sociedade cujas práticas sociais de leitura e produção de texto envolvem as tecnologias digitais e as linguagens midiáticas.

Assista: O que é letramento digital?

Inscreva-se na news da Árvore

Receba notícias de educação no seu e-mail!

Uma curadoria exclusiva que traz tudo o que os gestores escolares precisam acompanhar para se manterem atualizados.

Inscreva-se já!

O termo “letramento” está relacionado ao exercício de ler e escrever. Sendo assim, ser letrado significa responder às demandas sociais de leitura e de escrita.

Atualmente, a gestão escolar entende que estas práticas envolvem, também, os ambientes digitais. 

A virada do século XXI apresentou novas ferramentas tecnológicas, como o computador e a internet. Esse avanço da tecnologia digital modificou profundamente nossas formas de interação com o mundo.

Neste artigo, você entenderá melhor:

  • em que consiste o letramento digital;
  • sua importância para o ambiente escolar;
  • estratégias práticas para incentivá-lo na sala de aula;
  • como a BNCC aborda a questão;
  • e alguns desafios para a implementação de escolas conectadas com essa demanda.

O que é letramento digital?

O letramento digital abarca as práticas de leitura, escrita e interpretação crítica de conteúdos publicados em ambientes digitais. Na internet, ler, escrever e produzir esses materiais não são atividades independentes. 

Afinal, quantas vezes lemos um texto e deixamos, ao final de nossa leitura, um comentário sobre ele? Ou, ainda, você, gestor escolar, já viu alguém compartilhar uma imagem, um meme ou uma matéria jornalística em alguma de suas redes sociais?

No mundo contemporâneo, a comunicação, a troca, o diálogo - e até mesmo os afetos - passam também pelo ambiente virtual. 

Portanto, ser digitalmente letrado significa dominar as ferramentas necessárias para construir conhecimento sobre linguagens verbais, visuais e multimídia mediadas por tecnologias.

Assista: O que é letramento digital?

Qual é a importância do letramento digital?

Ler matérias, artigos ou posts na internet significa, também, interpretar imagens, fotografias, vídeos ou até mesmo ler mais de um texto ao mesmo tempo. 

Sendo assim, as práticas curriculares da escola devem estimular, desde cedo, o desenvolvimento das habilidades necessárias para o uso das tecnologias digitais.

O objetivo é, afinal, formar cidadãos capazes de lidar com as linguagens hipermidiáticas de modo responsável e crítico. 

Como estimular o letramento digital nas escolas?

Para estimular o letramento digital, é necessário disponibilizar meios para que os alunos desenvolvam suas competências no ambiente digital. Confira algumas formas para que você, gestor ou gestora escolar, possa fazer isso:

  • manter-se atualizado sobre tecnologias de comunicação e de informação, especialmente as mídias usadas pelos alunos;
  • propor atividades que explorem a criatividade;
  • estimular que os alunos desenvolvam opiniões críticas;
  • incentivar trabalhos em grupo;
  • oferecer equipamentos tecnológicos no ambiente escolar;
  • apresentar conteúdos por meio de novas narrativas digitais;
  • estimular o uso dessas tecnologias entre as diferentes equipes que compõem o time escolar.

Formação de professores para o letramento digital

Além de garantir a formação dos nossos alunos, é essencial que a gestão escolar aborde o letramento digital na formação de professores.

Afinal de contas, bons educadores costumam ser, também, leitores ávidos nos espaços virtuais.

Segundo a pesquisadora Maria Teresa Freitas, precisamos garantir que os professores se apropriem de gêneros e linguagens digitais. Dessa forma,  conseguirão integrar esses textos de forma criativa e construtiva ao ambiente escolar. 

Por isso, o letramento digital deve ser pensado para além do uso instrumental. Os educadores devem, nesse sentido, utilizar as salas de aula como ambientes de construções e aprendizagens compartilhadas. 

Os alunos devem ser acolhidos para compartilhar suas vivências nos ambientes digitais em espaços escolares. Isso pode ser feito em atividades que incluam discussões sobre músicas, vídeos, posts ou matérias jornalísticas.

Em seu texto "Letramento digital e formação de professores", Freitas conclui que:

a possibilidade de pesquisar, ler e conhecer sobre os mais variados assuntos navegando na internet confere ao aluno um novo perfil de estudante, que exige também novo perfil de professor. Cabe ao professor estar atento a essa nova fonte de informações para transformá-las, junto com os alunos, em conhecimento. Essa é uma das características do letramento digital: associar informações, ter uma perspectiva crítica diante delas, transformando-as em conhecimento. O professor é parte inerente e necessária a todo esse processo, em seu lugar insubstituível de mediador e problematizador do conhecimento, um professor que também aprende com o aluno.” (FREITAS, 2010, p. 348)

Ouça no Plantando Histórias: O encontro do livro com o digital

BNCC e a aplicação do conceito de letramento digital e tecnologia educacional

Educadores de todos os componentes curriculares devem se familiarizar com as tecnologias digitais da informação e comunicação (as TDICs). É isso que estabelece a competência geral 5 da BNCC:

Compreender, utilizar e criar tecnologias digitais de informação e comunicação de forma crítica, significativa, reflexiva e ética nas diversas práticas sociais (incluindo as escolares) para se comunicar, acessar e disseminar informações, produzir conhecimentos, resolver problemas e exercer protagonismo e autoria na vida pessoal e coletiva.

Aos gestores, por sua vez, cabe o incentivo a cursos e a organização, nas reuniões de planejamento, de palestras e debates sobre o tema dentro do cotidiano escolar.

Desafios do letramento digital

São muitos os desafios para o letramento digital de nossos estudantes. No cenário brasileiro, sem dúvida, o principal deles é a falta de acesso à tecnologia.

Segundo a Folha de São Paulo, o contexto da pandemia do coronavírus iniciada em 2020 potencializou desigualdades de acesso às novas tecnologias. De acordo com pesquisa realizada naquele ano, cerca de 70 milhões de brasileiros possuíam acesso precário ou inexistente à internet.

Em um encontro virtual promovido pela Árvore, a educadora Jana Barros falou um pouco sobre esse cenário. Você pode acessá-lo, na íntegra, em: “A educação pública em tempos de pandemia: estratégias e desafios com plataformas digitais”.

Barros reforçou que os desafios de acesso à tecnologia não nasceram com a pandemia. O isolamento destes estudantes em relação às tecnologias digitais sempre existiu. Isso é demonstrado pelos índices de reprovação e de evasão a cada ano letivo.

Assim, a falta de acesso aos recursos tecnológicos é uma realidade da escola pública brasileira. Por isso, urge a implementação de políticas públicas voltadas para a inclusão digital.

Além disso, de nada adianta capacitar nossos estudantes para o uso de novas tecnologias sem a promoção do letramento crítico. Os alunos devem aprender, ao mesmo tempo:

  • a se comunicar por meio de diversas plataformas e aplicativos, seja via mensagens, e-mails ou redes sociais;
  • a avaliar a credibilidade de manchetes, informações, imagens e todos os conteúdos que recebem todos os dias;
  • a proteger seus dados e informações pessoais, evitando a superexposição online;
  • a que instâncias e pessoas recorrer em situações de perigo.

As fake news e os desafios atuais

Podemos citar o fenômeno das fake news como um dos maiores obstáculos para o letramento digital. Ele vem ganhando cada vez mais destaque nos últimos anos devido à facilidade e à rapidez com as quais as notícias são disseminadas.

Atualmente, as redes sociais permitem que qualquer pessoa produza e compartilhe conteúdo. Se por um lado isso torna a distribuição de informação mais democrática, por outro faz com que dados falsos se espalhem mais rapidamente.

Um estudo de 2018, realizado pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT), nos Estados Unidos,chegou às seguintes conclusões:

  • as fake news circulam muito mais rapidamente do que as notícias verdadeiras;
  • as notícias falsas têm 70% mais chances de serem retuitadas;
  • uma notícia verdadeira leva seis vezes mais tempo para alcançar cerca de 1.500 pessoas.

Esses dados mostram que cabe a você, educador, promover o uso consciente do espaço virtual.

O compromisso da gestão escolar inclui incentivar a formação de novos leitores. Crianças e adolescentes precisam discernir os espaços públicos dos privados e ser respeitosos e críticos em ambientes digitais.

Agora que você, gestor ou gestora escolar, já sabe a importância do letramento digital, assine nossa newsletter e fique por dentro de notícias e conteúdos que vão servir de apoio neste processo fundamental! Receba as informações mais importantes do universo educacional e saiba como aplicar as inovações na sua escola!

Baixe o Guia Definitivo da Gestão Escolar!

Tenha acesso a dicas, materiais e conteúdos práticos para tornar o dia a dia da gestão escolar mais simplificado. É gratuito!

Preencha o formulário ao lado e receba o material no seu e-mail.

Formulário enviado com sucesso!
Erro! Por favor, tente novamente.
news da Árvore

Inscreva-se na news da Árvore

Receba notícias de educação no seu e-mail!

Uma curadoria exclusiva que traz tudo o que os gestores escolares precisam acompanhar para se manterem atualizados.

Você pode gostar também

Educação

Habilidades socioemocionais: como mindfullness ajuda

Saiba o que é mindfulness, e veja os benefícios e como melhorar as habilidades emocionais dos alunos com esse prática. Clique e confira

Continuar
Educação

5 brincadeiras com leitura em sala de aula

Conheça 5 brincadeiras que envolvem leitura e torne suas aulas mais atrativas.

Continuar