Checklist da escola segura: como a gestão promove saúde mental
Baixe agora!
Blog da Árvore
Gestão Escolar
Comunicação escolar: 6 dicas para investir na sua escola!

Comunicação escolar: 6 dicas para investir na sua escola!

20 dez 2018
2 min
Post modificado em:
1/4/2024

A comunicação escolar é um elemento fundamental para o bom funcionamento de qualquer instituição de ensino. Por isso, ela é imprescindível para que o trabalho aconteça da melhor forma possível.

Para isso, é importante que gestores escolares e professores tenham habilidades de comunicação eficazes. Desse modo, transmitem informações de maneira assertiva e transparente aos alunos e suas famílias.

Neste artigo, você entenderá melhor a importância da comunicação escolar ser efetiva. Esse é um aspecto que influencia no sucesso do colégio e até mesmo no desempenho do aluno. Acompanhe!

Como uma comunicação eficiente influencia no ambiente escolar?

Quantas vezes já aconteceu de a escola enviar um comunicado e depois aparecer um familiar ou responsável dizendo que não recebeu a informação? Para evitar esses problemas, é essencial dedicar uma atenção especial aos meios de comunicação.

Afinal, desenvolver uma boa estratégia também influencia no trabalho da gestão escolar, dos professores e dos demais funcionários. Além disso, ela também tem papel fundamental no desempenho escolar do aluno, sendo essencial para estabelecer uma relação favorável com famílias e responsáveis.

Por que fazer a gestão da comunicação escolar?

Além de promover a confiança, a integração e o engajamento da comunidade escolar, gerenciar a comunicação escolar ajuda a divulgar e agregar valor à marca da instituição.

Além disso, contribui para o desenvolvimento socioeducacional dos alunos e da comunidade. Também estimula o ensino de qualidade, preparando cidadãos para enfrentar as transformações que ocorrem rapidamente no mundo.

Afinal, até mesmo em sala de aula, alunos da Educação infantil ao Ensino Médio são impactados pelos resultados que uma boa comunicação na rotina escolar trazem para a instituição de ensino. Sendo assim, ela melhora aspectos como:

Comunicação com a família

Estabelecer uma boa comunicação com as famílias interfere positivamente no desempenho escolar dos estudantes, pois permite que eles participem da vida escolar de seus filhos mais de perto. Isso acontece porque é natural que eles queiram estar inteirados de tudo o que acontece no chão da escola.

Por isso, recados, eventos, calendário de provas, frequência ou notas devem ser enviados regularmente, deixando-os a par de tudo. Dessa forma, as famílias sentem que são corresponsáveis pela educação escolar de seus filhos e tendem a estimular o estudo também em casa, incentivando a leitura, por exemplo.

Comunicação interna

Quando você tem uma boa comunicação com seus funcionários, desperta um sentimento de pertencimento. Assim, torna-se mais fácil manter vivos tanto os objetivos quanto os valores da escola, fazendo com que todos caminhem na mesma direção. Além disso, essa é uma maneira de promover a participação da comunidade escolar na gestão democrática na escola.

As reuniões, por exemplo, são um ótimo canal de comunicação para passar aos professores, de forma eficiente e motivadora, os resultados dos relatórios de aprendizagem. No entanto, assuntos considerados mais críticos ou sensíveis devem ser tratados de modo particular.

Durante esses encontros, há troca de experiências e incentivos, o que incentiva e valoriza o trabalho do professor. Dessa forma, eles se sentem mais engajados e motivados a alcançar o objetivo maior da escola: proporcionar um ensino de qualidade!

Quais são as dicas para estabelecer uma comunicação escolar eficiente?

A quantidade de informações gerada todos os dias em uma escola é enorme! Existem diversas formas de estabelecer uma comunicação escolar eficiente, confira algumas dicas e estratégias:

1. Trace seus objetivos e organize-se

Um trabalho bem organizado flui melhor, gera mais confiabilidade e demonstra profissionalismo. Sendo assim, a escola deve determinar quais canais serão utilizados, bem como traçar estratégias que especifiquem qual tipo de informação será colocada em cada um deles.

Leia mais: Qualidade para quem lê, segurança para quem cuida

2. Capacite a sua equipe para uma comunicação eficaz

É importante oferecer treinamentos e capacitações regulares para a equipe escolar. Nesse sentido, estimule o desenvolvimento de práticas de comunicação não violenta entre professores e funcionários.

Uma equipe que se comunica bem promove um ambiente escolar mais harmonioso e inclusivo, favorecendo o sucesso acadêmico dos alunos e o desenvolvimento profissional da equipe.

3. Aproveite a tecnologia para promover a comunicação escolar

É inegável que, hoje em dia, estamos todos conectados. Então por que não aproveitar e fazer uso da tecnologia para tornar a comunicação mais eficaz? Como passamos boa parte do tempo com nossos celulares em mãos, o acesso às mensagens é mais imediato.

Portanto, é importante responder com atenção às dúvidas e questionamentos de alunos, professores, responsáveis e demais funcionários. Priorizar uma resposta cuidadosa e precisa fortalece a confiança e a eficácia da comunicação no dia a dia escolar. Aplicativos de comunicação escolar podem ajudar bastante nesse quesito!

Leia também: A escola nas redes sociais: como se comunicar com pais

4. Conecte-se à realidade dos alunos

Falando especificamente sobre os estudantes, é importante entender a realidade de cada um a fim de se comunicar bem com eles. As novas gerações, como a Z e a Alpha, têm características únicas que precisam ser consideradas na transmissão de informações.

Mais uma vez, ferramentas como aplicativos e mídias sociais são cada vez mais utilizadas na comunicação escolar. Elas podem facilitar a troca de mensagens com os alunos e suas famílias, além de permitir conversas mais eficientes e até mesmo em tempo real.

5. Garanta que a comunicação seja integrada

Para utilizar vários canais sem gerar confusão e perda na comunicação é necessário que ela aconteça de forma integrada. Isto quer dizer que se deve criar uma estratégia para que as informações estejam coesas em todos os canais adotados pela escola.

Isso também melhora outros aspectos relacionados à transmissão de informações, como:

  • evita ruídos e falhas de comunicação;
  • mantém um diálogo escolar interno eficiente;
  • escuta famílias, professores e alunos de maneira plena.

Leia também: Escuta ativa: como aprender a desenvolver essa habilidade?

6. Acompanhe os dados

É de extrema importância que a escola acompanhe a eficiência de cada canal utilizado, seja para equipes, responsáveis ou alunos.

Podemos citar a taxa de abertura de e-mail como um dos itens a serem observados: caso fique registrado que um conteúdo importante não foi aberto, a equipe saberá que precisa entrar em contato com esta pessoa por outro canal. Para esse tipo de controle, existem ferramentas que podem ajudar, como os sistemas de gestão escolar.

Como você pôde notar durante essa leitura, o objetivo de investir em comunicação escolar não é apenas deixar a escola moderna com o uso da tecnologia. O principal motivo de apostar nessa ideia é tornar a troca de informações ainda mais rápida e eficiente, valorizando o trabalho da instituição de ensino e seus colaboradores.

Gestor, para aprimorar cada vez mais a comunicação na sua escola, confira: 8 dicas para estabelecer uma relação de confiança com as famílias dos seus alunos. Até a próxima!

Baixe o Guia Definitivo da Gestão Escolar!

Tenha acesso a dicas, materiais e conteúdos práticos para tornar o dia a dia da gestão escolar mais simplificado. É gratuito!

Preencha o formulário ao lado e receba o material no seu e-mail.

Formulário enviado com sucesso!
Erro! Por favor, tente novamente.

Você pode gostar também

Gestão Escolar

Dicas para começar o seu ano letivo com o pé direito

Começar o ano letivo da maneira certa é essencial para alunos, professores e para a gestão escolar. Confira cinco dicas para tornar essa tarefa mais fácil.

Continuar
Gestão Escolar

Como trabalhar a saúde mental na escola: 7 dicas práticas

Você sabe por que e como trabalhar a saúde mental na escola? Conheça o importante papel das instituições de ensino e confira 7 dicas práticas.

Continuar