Checklist da escola segura: como a gestão promove saúde mental
Baixe agora!
Blog da Árvore
Gestão Escolar
Interação escola-família: como promover

Interação escola-família: como promover

28 de setembro de 2021
5 min
Post modificado em:
13/1/2023

A participação da família na escola e no processo de aprendizagem tem sido destacada como uma das bases para a garantia de uma educação significativa para o estudante. Além disso, evidências em diferentes escalas, da global à local, indicam que a participação familiar no ambiente escolar proporciona maior engajamento e produz melhores resultados.

Desta forma, a interação escola-família é um mecanismo que fortalece o compromisso com uma educação que atenda às necessidades de cada indivíduo. Neste texto, vamos abordar a relação entre a escola e a família, seus benefícios e as formas de garantir que este processo ocorra de forma mais dinâmica. 

Continue a leitura e entenda mais sobre:

  • o que é a interação escola-família;
  • qual é a importância da relação entre escola e família;
  • como promover essa interação na prática.

O que é a interação escola-família?

A relação entre a escola e a família parte do princípio da promoção de uma educação integral, ou seja, que prepare o aluno para a vida. Esta, por sua vez, deve levar em consideração a diversidade dos estudantes, bem como sua proteção.

Sendo assim, a interação família e escola no processo de aprendizagem significa uma aproximação entre:

  • a instituição de ensino, que integra a vida coletiva e comum dos estudantes;
  • os responsáveis, campo da vida privada na qual cada um exerce sua individualidade. 

As formas de promoção desta relação são diversas, desde a ida de professores às residências dos estudantes em situação de risco até ações que estimulem os responsáveis a participar do cotidiano escolar.

Portanto, os impactos da intensificação dessa relação são enormes. Ao mesmo tempo, são ações simples que podem garantir maior bem estar e segurança para seu desenvolvimento individual.

É preciso ressaltar que a legislação brasileira, por meio do ECA e da LDB, tem como princípio a garantia da educação para todas as crianças e adolescentes. Para isso, é prevista a interação entre escola e família, bem como a participação do Estado por meio de mecanismos como o Conselho Tutelar e as Secretarias de Educação.

Ouça no Plantando Histórias: A importância da família na formação leitora

Qual é a importância da relação entre escola e família?

A importância da relação escola-família surge da diversidade do corpo estudantil que constrói uma escola. Afinal, os estudantes são diferentes e precisam que essas diferenças não só sejam respeitadas, mas façam parte do processo de educação.

Portanto, a escola deve garantir o acesso igualitário à educação para todos, sendo não apenas um espaço somente de transmissão de conhecimento, mas o local de construção da própria identidade.

A instituição de ensino deve entender que cada indivíduo é transpassado pela realidade do local onde vive e pela cultura cotidiana na qual está inserido. Desta forma, é importante ressaltar que a interação escola-família é uma via de mão dupla: a escola precisa conhecer a realidade do estudante e a família deve se sentir acolhida pelo ambiente escolar. 

Assim, a aproximação entre o mundo privado de cada estudante e a escola possibilita à família a participação nas escolhas educacionais que envolvem a criança. Ao mesmo tempo, permite que o ambiente de ensino e o próprio Estado exerçam seu papel na proteção integral dos alunos.

Isso é possível pela identificação de situações de vulnerabilidade e violência de forma sistemática e eficiente. Portanto, esse movimento de aproximação ajuda a construir práticas educacionais alinhadas à diversidade dos estudantes, garantindo que os jovens tenham o acompanhamento e a proteção necessários para seu desenvolvimento integral.

Leia também: Com recursos digitais, jovens aprendem a gostar de ler

Quais são os benefícios da relação entre a escola e a família?

Como visto até aqui, a importância da comunicação entre família e escola vai além do aspecto educacional. Entre seus benefícios para as famílias estão:

  • se sentir mais seguros em relação às vivências de seus filhos;
  • ajudar a desenvolver a autonomia e a responsabilidade dos alunos;
  • colaborar para a ampliação do saber de seus filhos e dependentes;
  • contribuir para o bom comportamento dos alunos.

Para a escola, os benefícios são:

  • compreender as necessidades das famílias dos alunos;
  • entender as expectativas dos estudantes;
  • mostrar-se um ambiente no qual a família pode contribuir;
  • melhora a comunicação com os responsáveis.

Para os alunos, as vantagens da interação escola-família são:

  • desenvolver sua autonomia e sua responsabilidade;
  • aproveitarem de uma maior proximidade de seus pais e tutores;
  • sensação de pertencimento à instituição de ensino;
  • aumento da confiança em relação aos profissionais que fazem parte do ambiente escolar.

Leia também: Ensino Híbrido e gestão escolar

guia de rematrícula escolar
Guia completo

Passo a passo para a campanha de rematrícula!

Conteúdo exclusivo feito por especialistas pedagógicos da Árvore para ajudar a gestão escolar em uma campanha de rematrícula de sucesso.

Baixe agora!

Como promover, na prática, a interação escola-família?

As propostas de interação escola-família podem seguir muitos caminhos, mas o mais importante é que não sejam apenas esforços pontuais. Elas devem ser uma estratégia cotidiana.

Pensando nas possibilidades de interação, é preciso destacar as duas vias que constituem este processo: a abertura da escola para se comunicar com a família e a inclusão da escola nas comunidades nas quais os estudantes vivem e estão inseridos.

Confira a seguir algumas iniciativas que podem ser tomadas pelo gestor escolar para iniciar o processo da participação dos pais na escola: 

1. Reafirme o aspecto comunitário do espaço escolar

Para garantir que a família faça parte do processo de educação, é preciso reafirmar a escola enquanto espaço comunitário e se mostrar favorável à ampla participação da comunidade, desenvolvendo sua capacidade de oferecer uma escuta ativa.

No entanto, esses momentos não devem ser restritos a feiras, reuniões ou atividades regulares. A escola deve garantir um calendário contínuo que permita esta interação, investindo nesta relação e abrindo suas portas para receber pais e responsáveis.

Leia também: Gestão democrática na escola: 5 dicas de como aplicar

2. Promova a participação da família em todo processo de educação

‍Além disso, é recomendado promover a participação familiar no aprendizado dos alunos não apenas no espaço escolar. Sendo assim, pais e responsáveis devem ser estimulados a participar do processo de educação.

Uma boa sugestão para isso é a criação de dias temáticos nos quais os responsáveis possam entender como é o dia a dia da escola, se engajando em ações para melhorá-la. 

3. Busque compreender a realidade dos estudantes

A abertura da escola para família não é a única forma de interação entre estes dois universos. É preciso que a escola esteja atenta às individualidades de cada estudante.

Promova momentos em que professores, orientadores e coordenadores possam conhecer o ambiente onde os estudantes vivem e entender um pouco mais sobre sua dinâmica familiar. 

Além disso, como gestor escolar, é importante ter em mente que a instituição de ensino também é responsável pela segurança do estudante. Por isso, em qualquer situação de risco, contacte a autoridade responsável.

Por fim, não esqueça de utilizar a empatia como artifício para a promoção de uma escola que tenha funções para além do processo de ensino e aprendizagem, desenvolvendo as competências socioemocionais dos alunos. 

Agora que você já conhece a importância da comunicação entre família e escola, acesse nosso Guia de rematrícula escolar para 2023. Com ele você saberá como a gestão escolar pode se preparar para atrair e reter alunos no próximo ano letivo.

No items found.

Baixe o Guia Definitivo da Gestão Escolar!

Tenha acesso a dicas, materiais e conteúdos práticos para tornar o dia a dia da gestão escolar mais simplificado. É gratuito!

Preencha o formulário ao lado e receba o material no seu e-mail.

Formulário enviado com sucesso!
Erro! Por favor, tente novamente.
guia de rematrícula escolar

Guia completo

Passo a passo para a campanha de rematrícula!

Conteúdo exclusivo feito por especialistas pedagógicos da Árvore para ajudar a gestão escolar em uma campanha de rematrícula de sucesso.

Você pode gostar também

Gestão Escolar

Supervisão escolar: o que é e a importância do trabalho

Neste post, você vai descobrir a função da supervisão escolar e como ela é importante para o sucesso da sua escola.

Continuar
Gestão Escolar

16 passos para a campanha de captação de alunos

Quer montar uma campanha de captação de alunos na sua escola? Confira esses 15 passos essenciais!

Continuar