Checklist da escola segura: como a gestão promove saúde mental
Baixe agora!
Blog da Árvore
Gestão Escolar
Gestão pedagógica: o que é e qual o papel na gestão escolar

Gestão pedagógica: o que é e qual o papel na gestão escolar

18 abril 2023
4 min
Post modificado em:
18/4/2023

No post de hoje falaremos sobre a atuação da gestão pedagógica no cotidiano da escola, considerando os seus principais atores e atribuições. Confira:

O que é a gestão pedagógica?

Em 1996, a promulgação da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional regulamentou os princípios de uma gestão democrática. Nessa legislação, ficou estabelecido que um dos pilares é a participação dos profissionais da educação na elaboração do projeto pedagógico da escola.

Portanto, educadores e educadoras são atores fundamentais na gestão. Eles são os principais responsáveis pelo aspecto pedagógico de uma escola, podendo ocupar os seguintes cargos:

  • Diretor: responsável pela gestão geral da escola, incluindo a gestão pedagógica, financeira e administrativa;
  • Coordenador pedagógico: coordena todo o trabalho pedagógico da escola, orientando a elaboração do currículo, entre outras ações educacionais;
  • Supervisor pedagógico: supervisiona a atuação dos professores, garantindo que as atividades desenvolvidas estejam alinhadas aos objetivos pedagógicos do currículo escolar;
  • Orientador educacional: orienta os estudantes, ajudando-os a definir e alcançar os seus objetivos pessoais;
  • Professores: planejam e mediam as aulas, os projetos e as atividades.

A gestão pedagógica preza a coletividade. Portanto, é o conjunto de ações desenvolvidas com o objetivo de promover a melhoria contínua da qualidade do ensino.

A equipe pedagógica, liderada por um gestor, é a responsável pelo plano político pedagógico da escola. Além do cumprimento da sua missão educativa e pela formação integral dos estudantes.

Quais são os principais pilares da gestão pedagógica?

O aspecto pedagógico da gestão escolar envolve diversas frentes de atuação. A seguir, listamos alguns dos principais pilares do trabalho da gestão pedagógica escolar:

1 - O currículo

O currículo deve ser construído em parceria com a equipe docente. Ele deverá contemplar, de forma personalizada, as competências e habilidades descritas na BNCC e demais diretrizes regionais. Esse é um documento que deve ser constantemente atualizado para atender as necessidades da comunidade escolar.

Na elaboração do currículo escolar, a equipe pedagógica deve, entre outras ações:

  • Conhecer a cultura, o contexto e a história da região da escola, assim como os documentos e legislações educacionais locais;
  • Definir os objetivos, competências e habilidades que serão desenvolvidos em cada ano escolar;
  • Considerar as especificidades do corpo docente, discente, garantindo a inclusão e acessibilidade na aprendizagem;
  • Garantir a inter/transdisciplinaridade a partir do desenvolvimento de projetos integrando diferentes áreas do conhecimento;
  • Oferecer atividades extracurriculares, como aulas relacionadas às artes e aos esportes, de modo a complementar o currículo padrão;

2 - O trabalho docente

Sabemos que nada seria da escola sem os seus professores e professoras! Por isso, é indispensável que o corpo docente seja valorizado e contribua ativamente para o sucesso do processo de ensino e aprendizagem. Logo, garantir a formação continuada é essencial! Nesse sentido, a gestão pedagógica deverá:

  • Incentivar a colaboração e troca de experiências entre os docentes;
  • Acompanhar e avaliar o desempenho dos professores de modo que aprimorem as suas práticas;
  • Oportunizar a formação continuada dos professores através da organização de cursos, palestras e demais encontros formativos;
  • Valorizar a prática docente e a saúde mental de educadores, com espaços abertos para o diálogo e escuta ativa;
  • Garantir autonomia pedagógica, recursos materiais e condições de trabalho adequadas;

3 - As avaliações

A gestão pedagógica tem um papel fundamental nos processos de avaliação escolar. E isso desde a avaliação da aprendizagem dos estudantes até a avaliação do clima e cultura institucional.

Gestores e equipe pedagógica devem se envolver em avaliações contínuas e sistemáticas. É importante estabelecer critérios bem definidos. Isso promoverá processos avaliativos eficientes.

  • A avaliação da aprendizagem do estudante: gestores devem orientar e formar docentes de modo que os processos e relatórios avaliativos cumpram mais do que uma função legal ou burocrática;
  • A avaliação de clima e cultura: é recomendável que os gestores estruturem pesquisas periódicas de clima. Elas irão mapear as expectativas e percepções compartilhadas pelos membros da comunidade escolar, incluindo alunos, professores, famílias e demais funcionários;
  • A avaliação do trabalho docente e da própria gestão: é interessante que essa avaliação tenha a coparticipação ativa do professor ou gestor que será avaliado. Seja nas etapas de preparação, feedback ou considerações posteriores, visando a formação e desenvolvimento desse profissional;

4 - Os recursos

A gestão dos recursos didáticos deve ser planejada de forma integrada à equipe pedagógica da escola.

Dessa maneira, os materiais, espaços e demais ferramentas educativas serão utilizados de forma assertiva, contribuindo, assim, para uma educação de qualidade. Por isso, é importante que a gestão pedagógica:

  • Avalie, junto de sua equipe docente, quais recursos são necessários para o cumprimento do currículo escolar;
  • Garanta que materiais e espaços sejam funcionais e estejam em bom estado de conservação;
  • Planeje estratégias e selecione os recursos para garantir a acessibilidade e inclusão de todos os alunos e professores no dia a dia escolar;
  • Promova uma cultura de compartilhamento e cuidado com o patrimônio escolar;
  • Determine quais tecnologias educacionais ajudarão a enriquecer o processo de ensino e aprendizagem na escola. Garanta também a capacitação dos docentes na utilização desses recursos.

5 - O planejamento

Sem um planejamento escolar eficiente, o ano letivo de qualquer escola encontrará dificuldades. Portanto, é imprescindível que a gestão pedagógica oriente a elaboração de todas as frentes de planejamento. Ela precisa também garantir que as necessidades da escola e dos alunos sejam contempladas.

Para atingir um planejamento escolar assertivo, é importante:

  • Avaliar o ano anterior: é indispensável diagnosticar o que foi bem executado, o que não funcionou e o que precisa de melhorias. Assim, será possível estabelecer metas realistas para o novo planejamento;
  • Manter a escuta ativa: ouvir professores, estudantes, famílias e demais membros da comunidade escolar é fundamental. Com isso, é possível identificar as principais demandas, garantindo um planejamento mais eficiente e adaptado à realidade da escola.
  • Traçar objetivos pedagógicos: a definição de objetivos claros e específicos para a aprendizagem dos alunos é essencial para o sucesso do planejamento escolar. Ela orienta a escolha de conteúdos, metodologias e avaliações mais adequados;
  • Desenhar o cronograma de eventos: é importante estabelecer um cronograma de atividades para o ano letivo. Ele deve levar em conta as principais datas comemorativas, feriados, dias letivos e eventos relevantes, assegurando um planejamento organizado.
  • Deixar espaço para flexibilizar: embora seja essencial ter um planejamento estruturado, é fundamental também estar aberto a possíveis ajustes durante o ano letivo. Isso permite uma maior adaptabilidade da gestão pedagógica às demandas da comunidade escolar.

Como desenvolver a gestão pedagógica na sua escola

Desenvolver a gestão pedagógica em uma escola é um processo contínuo e desafiador, mas fundamental para garantir a qualidade do ensino e aprendizagem. Uma gestão pedagógica eficiente envolve a coordenação de práticas, políticas e recursos voltados para o aprimoramento constante do ambiente educacional.

Em primeiro lugar, é essencial estabelecer uma visão clara e compartilhada. A equipe gestora, juntamente com os professores e demais membros da comunidade escolar, deve definir uma visão pedagógica que oriente todas as ações e decisões. Essa visão deve refletir os valores e objetivos educacionais da escola, proporcionando um senso de direção e propósito para todos os envolvidos no processo de ensino.

Além disso, é importante promover a formação e o desenvolvimento profissional dos professores. Investir na capacitação dos educadores é fundamental para atualizá-los em relação às novas metodologias, tecnologias educacionais e tendências pedagógicas. Oferecer programas de treinamento, workshops e palestras que abordem temas relevantes e estimulem a reflexão e o aprimoramento das práticas docentes é uma estratégia eficaz para fortalecer a gestão pedagógica na escola.

Outro aspecto crucial é o estímulo à colaboração e ao trabalho em equipe. A gestão pedagógica deve criar espaços e oportunidades para que os professores possam trocar experiências, compartilhar boas práticas e colaborar em projetos educacionais. A criação de grupos de estudo, reuniões pedagógicas e momentos de planejamento coletivo são estratégias que fortalecem a construção de uma cultura colaborativa na escola, favorecendo a troca de conhecimentos e a busca por soluções inovadoras.

Gestor, esperamos que este post tenha apoiado suas reflexões sobre o papel da gestão pedagógica na escola. Para saber mais sobre planejamento escolar, não deixe de acessar o nosso artigo “Quais são as etapas do planejamento escolar?” Até a próxima!

Baixe o Guia Definitivo da Gestão Escolar!

Tenha acesso a dicas, materiais e conteúdos práticos para tornar o dia a dia da gestão escolar mais simplificado. É gratuito!

Preencha o formulário ao lado e receba o material no seu e-mail.

Formulário enviado com sucesso!
Erro! Por favor, tente novamente.

Você pode gostar também

Gestão Escolar

Quais são as etapas do planejamento escolar?

Se você está em busca de melhorias para o próximo ano letivo, destacamos as 5 etapas do planejamento escolar para torná-lo ainda mais organizado e previsível.

Continuar
Gestão Escolar

Taxa de Matrícula: como fazer de forma correta

Dicas para a cobrança correta da taxa de matrícula e rematrícula em escolas privadas. Saiba como orientar e oferecer serviços de qualidade.

Continuar