Checklist da escola segura: como a gestão promove saúde mental
Baixe agora!
Blog da Árvore
Gestão Escolar
Como o gestor pode avaliar a segurança digital na escola?

Como o gestor pode avaliar a segurança digital na escola?

2 jun 2023
4 min
Post modificado em:
2/6/2023

A segurança digital na escola de crianças e jovens é uma pauta importante atualmente. Como gestores podem garantir que alunos naveguem na internet com segurança? Confira:

O que é segurança digital?

O universo digital ocupa uma parte considerável das nossas vidas. A internet é um lugar de estudo, pesquisa, consumo de conteúdo, relação, comunicação, compartilhamento…

Por isso, navegar com segurança é fundamental!

A segurança digital é o conjunto de estratégias e práticas utilizadas para proteger sistemas, dados e informações – e para prevenir ataques cibernéticos nos ambientes virtuais.

O contexto ainda é desafiador. Em 2019, a IBM conduziu um estudo sobre privacidade digital em 11 países. No Brasil, os resultados indicaram que as pessoas estão insatisfeitas com a segurança de seus dados.

96% dos consumidores pesquisados concordam que as organizações deveriam proteger melhor as informações pessoais. Além disso, 6 em cada 10 brasileiros relatam que já sofreram com vazamento de dados ou conhecem alguém que tenha passado por isso.

Diante desse cenário, é essencial que as instituições concentrem esforços na segurança digital. Esse movimento envolve estratégias como, por exemplo:

  • A proteção de dispositivos, servidores e sistemas utilizados, por meio de senhas seguras, antivírus e demais sistemas de autenticação ou criptografia;
  • Um alinhamento responsável com as orientações da LGPD, a Lei Geral de Proteção de Dados;
  • A adoção de plataformas digitais seguras;
  • O treinamento e letramento digital dos funcionários e pessoas envolvidas na instituição ou comunidade.

Como o gestor pode avaliar e promover a segurança digital na escola?

Gestor, quando o assunto é segurança na escola, você tem um papel muito importante: o de avaliar e promover a segurança digital de todos os membros da comunidade escolar.

A segurança digital na escola protege alunos e alunas de riscos na vida online, como o vazamento de dados, o cyberbullying, os ataques cibernéticos, a exposição a anúncios ou conteúdos indevidos, o malware, entre outros.

A seguir, exemplificamos algumas ações que gestores escolares podem adotar em prol da segurança digital. Confira:

1 - Implementação da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD)

Também conhecida como Lei 13.709, a LGPD entrou em vigor no ano de 2020. Ela surgiu para zelar pela preservação de dados pessoais dos brasileiros e garantir a segurança no armazenamento e utilização dessas informações.

É imperativo que as escolas se adaptem a essa legislação! Esse é um passo fundamental para a segurança digital dos alunos e alunas.

Portanto, é dever da escola garantir que o uso de dados pessoais – sejam eles recolhidos na matrícula, nos registros da vida escolar ou na saída da escola – tenham propósitos legítimos.

Além disso, todos os usos e armazenamento dos dados devem ser comunicados às famílias e estudantes de forma transparente. Deve-se assegurar que as informações pessoais nunca sejam compartilhadas com terceiros, somente com consentimento.

Um exemplo prático: os resultados de avaliações devem ter finalidade de acompanhamento e desenvolvimento da aprendizagem. Eles não podem ser divulgados como propaganda de ações da escola sem o aval do estudante e de sua família.

2 - Práticas de letramento digital

A sua equipe pedagógica usa senhas fortes e a autenticação em dois fatores nas pastas de armazenamento da escola? Os antivírus estão atualizados em todos os computadores?

Os funcionários da área administrativa sabem identificar e-mails de phishing? Os pen-drives e os backups estão armazenados de forma segura? Gestor, a LGPD e o letramento digital andam de mãos dadas!

Confira o nosso artigo “LGPD nas escolas: como se adequar à lei” e saiba como melhorar as práticas de segurança e letramento digital na sua escola.

3 - Promoção da Educação Midiática

Em uma pesquisa recente, 80% dos entrevistados disseram acreditar que a desinformação é um problema atualmente. 60% delas temem ser vítimas de fake news.

A segurança digital também passa pelo aprendizado! Nesse sentido, a educação midiática deve ser uma parte importante do currículo escolar, pauta frequente nas reuniões com responsáveis e até mesmo na formação de professores.

Todos da comunidade escolar devem agir juntos em prol de usos responsáveis e éticos das tecnologias da informação e comunicação. Para navegar de modo seguro na internet, é preciso:

  • entender como as mídias digitais funcionam;
  • aprender a identificar notícias falsas ou tendenciosas;
  • saber distinguir textos de opinião de artigos jornalísticos;
  • desenvolver práticas leitoras em ambientes digitais;
  • saber averiguar a veracidade de informações, entre outros…

4 - Combate ao Cyberbullying

O cyberbullying se manifesta por meio de práticas de agressão, intimidação ou ridicularização de pessoas em ambientes virtuais. Em uma pesquisa de 2015, 66% das crianças e adolescentes consultados já presenciaram casos de agressões nas mídias sociais.

Essa forma nociva de violência pode ter consequências sérias nas vítimas, como transtornos de ansiedade, isolamento social e queda no rendimento escolar.

A equipe pedagógica de uma escola deve estar atenta aos sinais. É imperativo aprender a reconhecer os sintomas do cyberbullying, manter o diálogo aberto, trabalhar a empatia com os estudantes e incentivar a diversidade no ambiente escolar.

Promover a saúde mental na escola e trazer as famílias para perto são também passos importantes para garantir uma cultura de respeito, segurança e aceitação.

5 - Plataformas educacionais seguras

Existem plataformas educacionais de muitos tipos e que oferecem os mais variados recursos! Essas ferramentas permitem a interação entre estudante, professor e ambiente de aprendizagem, e podem apoiar consideravelmente os objetivos pedagógicos de uma escola.

Na hora de adoção de uma plataforma educacional, além de avaliar o alinhamento com o projeto pedagógico da escola, gestores devem também considerar os aspectos que envolvem a segurança digital:

  • A plataforma cumpre os padrões estabelecidos pela LGPD?
  • Quais medidas de segurança garantem a proteção de dados dos estudantes e famílias?
  • Quais são os controles de acesso e autenticação?
  • Quais são os procedimentos para lidar com possíveis violações de dados?
  • A plataforma disponibiliza orientações atualizadas sobre tempo de tela considerando faixa etária?
  • A plataforma garante um ambiente livre de anúncios?

Essas são só algumas perguntas importantes para fazer ao suporte técnico da plataforma em questão, assim você poderá avaliar se a ferramenta oferece um ambiente seguro e confiável para a navegação e aprendizagem dos estudantes.


Gestor, é essencial adotar ferramentas que possam ser utilizadas com segurança por toda a comunidade escolar! Confira aqui como a Árvore proporciona um ambiente de plena segurança digital para estudantes e suas famílias. Até a próxima!

Baixe o Guia Definitivo da Gestão Escolar!

Tenha acesso a dicas, materiais e conteúdos práticos para tornar o dia a dia da gestão escolar mais simplificado. É gratuito!

Preencha o formulário ao lado e receba o material no seu e-mail.

Formulário enviado com sucesso!
Erro! Por favor, tente novamente.

Você pode gostar também

Gestão Escolar

Violência contra o professor: qual o papel da gestão?

Como lidar com a violência contra o professor na escola? O que a gestão escolar deve fazer para tratar da questão? Descubra agora!

Continuar
Gestão Escolar

Controle de caixa escolar: 12 dicas de como fazer

Trouxemos dicas que vão contribuir na elaboração e acompanhamento dessa tarefa, garantindo a saúde financeira e a qualidade de ensino da sua instituição.

Continuar