Checklist da escola segura: como a gestão promove saúde mental
Baixe agora!
Blog da Árvore
Gestão Escolar
12 dicas eficazes para motivar o professor

12 dicas eficazes para motivar o professor

8 abril 2022
4 min
Post modificado em:
6/6/2022

É no universo da educação que vemos cada vez mais a temática da motivação sendo discutida, principalmente, relacionada à prática docente. Considerando a importância de ter professores engajados e comprometidos, elaboramos esse texto para que você, gestor, proporcione estímulos e saiba como motivar o professor, para ações cada vez mais significativas e autônomas na sua escola. 

Como motivar o professor e a neurociência

A motivação é uma das questões que não escapou à ciência. Embora usemos como sinônimo, ser estimulado e ser motivado não são a mesma coisa, uma vez que partem de fontes distintas. 

Não entendeu nada? Calma, vamos explicar melhor! Para neurocientistas, estímulos são  ações externas que pretendem nos fazer mover. Enquanto isso, a motivação depende de motivos e causas internas. 

No entanto, são duas dimensões que se interligam para nos impulsionar a agir. Eles são marcadores que indicarão o quanto vamos nos envolver e nos dedicar a determinadas ações, coisas ou pessoas, em diversas áreas da nossa vida, principalmente o trabalho. 

Muito embora a motivação seja um impulso intrínseco, é importante notar que o meio externo tende a influenciar nossas respostas cerebrais e emocionais. Por isso, os estímulos provocados externamente têm potencial imenso de serem transformados em motivação. Gestores, vamos às dicas de como motivar o professor!

1 - Pense a estrutura da escola

As condições de trabalho, estrutura adequada e equipamentos modernos contam e muito para estimular os professores no seu dia a dia. 

Ter a responsabilidade de garantir recursos que deveriam ser viabilizados pela escola, além de gerar sobrecarga de trabalho pode impedir que ações inovadoras sejam planejadas. 

Por isso, uma estrutura tecnológica e completa permite que as experiências em sala sejam muito mais frutíferas e significativas, gerando motivação não apenas nos seus professores, mas também aos seus estudantes.

2 - Formação continuada

Cuidar para que seus professores expandam sua potencialidade faz parte das ações de uma gestão de excelência. Assim, ter a oportunidade de desenvolver novas habilidades e aprofundar conhecimentos é uma forma muito relevante e necessária de motivar  os professores. 

Essa formação continuada pode abranger experiências literárias, livros, expedições culturais, visitas a museus e outras formas de oportunizar que o professor acesse diversos saberes. Ah! Não deixe de considerar suas escolhas e preferências, uma escuta ativa é fundamental nesse processo formativo.

3 - Como motivar o professor com um espaço colaborativo

Construir canais que incentivem a colaboração nas decisões da gestão a fim de alinhar as providências e outras resoluções são muito importantes para criar um espaço cooperativo e de corresponsabilidade. Assim, esses espaços colaborativos são uma ótima forma de como motivar o professor.

Deliberações que impactem toda a estrutura da escola, assim como a experiência dos estudantes, quando compartilhadas com os docentes, deslocam o professor para o papel de decisor e protagonista. E tem o potencial de motivar para ainda mais participação e pertencimento.

Leia também: 5 dicas de como aplicar a gestão democrática na escola

4 - Crie ambiente harmonioso!

Viabilizar espaços de trocas e confraternização entre os professores, como encontros, rodas de conversas, clubes de livros e outros momentos descontraídos podem ser um up na forma como o corpo docente se enxerga dentro da estrutura da escola. 

Essas ações que vão além da rotina podem potencializar sua motivação, engajamento e dedicação. Afinal, esse professor poderá se ver como parte de uma rede de identificação e afeto, o que tende a fortalecer sua identidade e formação como professor

5 - Uma cultura de feedback

Construir uma cultura de feedbacks construtivos pode ser uma forma saudável de incentivar um espaço harmonioso e melhorar a comunicação entre os agentes da escola.

Combine momentos e formatos de diálogo, como por exemplo, escrito ou pessoalmente, priorizando o respeito e a comunicação não violenta. 

Assim, possíveis eventos conflituosos não terão oportunidade de interferir na harmonia do ambiente escolar. Além disso, elogios e reconhecimentos são muito bem vindos, não economize! 

Material gratuito

Baixe gratuitamente o Guia Definitivo da Gestão Escolar!

Tudo o que você precisa saber para garantir um ano letivo tranquilo para sua escola está aqui!

Baixe agora!

6 - Apoie! 

Os professores precisam se sentir apoiados pela escola e pelos responsáveis. Para que os docentes se sintam ainda mais acolhidos, promova, portanto, um espaço de diálogo e escuta ativa. Criar canais abertos de comunicação para entender suas perspectivas, expectativas e desafios conta muito! 

Oportunize também momentos de trocas com os familiares, o que permitirá que o professor compreenda melhor a experiência de aprendizagem do estudante e tenha maiores estímulos para executar seu trabalho da melhor maneira possível. 

7 - Reconhecimento salarial

O estímulo financeiro não é o mais importante. Mas com certeza tem grande papel em como motivar o professor. Fornecer um salário compatível com a atividade docente significa respeitar e valorizar o profissional. 

Um dos principais motivos de desestímulo é o não reconhecimento do valor e do esforço exigido no exercício da profissão. Uma vez que a sua atuação vai muito além da sala de aula, sendo necessários comprometimento e dedicação ainda maiores. 

Por isso, gestor, valorize o profissional da sua escola! Oportunize salários atraentes e planos de carreiras sólidos, que além de tornar sua escola mais interessante a profissionais competentes, pode estimular e aproximar seu corpo docente.

8 - De olho na  saúde mental

A saúde mental é um assunto sério e precisa ser considerado quando pensamos sobre motivação dos professores. O desgaste emocional e físico pode ser muito comum na profissão docente, mas não deve ser normalizado. 

Afinal, depois de um longo período pandêmico, em que 72% dos professores tiveram sua saúde mental prejudicada, é imprescindível incentivar o cuidado e atenção necessários. Assim, fomentar conversas e palestras sobre a temática e principalmente, condições de trabalho reais e humanizadas é um caminho que precisa ser percorrido.

9 - Inspire seu corpo docente! 

Convide pessoas inspiradoras para um momento especial com seu corpo docente. Ouvir e conhecer histórias e experiências estimulantes pode mudar algumas ações e práticas paralisantes e infrutíferas. 

Crie pontes com figuras que compartilhem suas histórias reais, ideias e vivências fascinantes, não somente para dialogar sobre o universo da educação, mas também para aproximar o corpo docente de outras realidades e possibilidades. 

Momentos assim podem ser muito ricos para o aprimoramento da sua motivação como professores, e também para sua motivação na vida pessoal. 

10 - Invista na sala dos professores  

A sala dos professores deve ser um espaço estético, aconchegante e emocionalmente agradável. Os estímulos visuais e olfativos influenciam na forma como nos adaptamos ao ambiente, principalmente as cores que têm um impacto direto no nosso estado emocional. 

Por isso, investir no conforto e na estética do ambiente pode ser um caminho para acolher seus professores.

11 - Dê autonomia 

Autonomia docente é a capacidade de tomada de decisão de modo reflexivo, sensível e consciente. Para isso, é fundamental que o corpo administrativo confie e dê condições para que o professor crie e interfira,  elaborando experiências educativas mais significativas. 

Assim, o professor tem maior liberdade para enxergar as necessidades dos estudantes, que  podem estar além dos limites da sala de aula, mas que se relacionam e refletem diretamente nela. 

12 - Retornar aos objetivos da educação

Relembrar a perspectiva do projeto político pedagógico continuamente, assim como retornar aos objetivos da instituição escolar e os sentidos da educação ao longo do período letivo, são exercícios muito necessários à prática docente. 

O ato de lecionar deve manter a intencionalidade educativa, destacada pela BNCC como ações orientadas para o aprendizado, visando que o estudante conheça a cultura e o universo a sua volta. 

Mas além disso, o educador deve ser incentivado a refletir sobre seu papel na sociedade, assim como o potencial da sua prática num dos países mais desiguais do mundo. Como também, os impactos e a relevância da sua prática. Essas reflexões, certamente, são oportunidades para que o professor encontre a motivação necessária para o seu exercício docente diário.

Esperamos que aproveite nossas dicas! Nosso intuito é contribuir para que o aprendizado na sua escola seja cada vez mais significativo, com a colaboração de um corpo docente dedicado, comprometido e imerso na prática educativa. Aproveite e baixe gratuitamente o nosso Guia do Engajamento Escolar!

Baixe o Guia Definitivo da Gestão Escolar!

Tenha acesso a dicas, materiais e conteúdos práticos para tornar o dia a dia da gestão escolar mais simplificado. É gratuito!

Preencha o formulário ao lado e receba o material no seu e-mail.

Formulário enviado com sucesso!
Erro! Por favor, tente novamente.
guia definitivo da Gestão Escolar

Material gratuito

Baixe gratuitamente o Guia Definitivo da Gestão Escolar!

Tudo o que você precisa saber para garantir um ano letivo tranquilo para sua escola está aqui!

Você pode gostar também

Gestão Escolar

Quais são os desafios da gestão do cotidiano escolar?

Neste post, você descobre todos os desafios e responsabilidades da gestão do cotidiano escolar, além de dicas para o trabalho.

Continuar
Gestão Escolar

Como orientar os pais sobre uso de telas na infância?

Você é da gestão escolar e precisa de ajuda para orientar os pais sobre o uso de telas na infância? Confira o post!

Continuar