Metodologias ativas de aprendizagem: tudo o que você precisa saber

5 maio 2022
4 min

No texto de hoje vamos abordar a temática das metodologias ativas de aprendizagem e os princípios fundamentais que sustentam a prática pedagógica.

Serão apresentadas as estratégias que podem ser utilizadas visando tornar a aprendizagem dos estudantes mais autônoma, significativa e inovadora na sua escola. Vamos lá!

Entenda o que são as metodologias ativas de aprendizagem

As metodologias ativas de aprendizagem são abordagens pedagógicas baseadas em estratégias de ensino que têm por objetivo incentivar o aprendizado dos estudantes de forma autônoma e participativa. 

Elas surgiram no fim do século XIX, mas ainda geram dúvidas e são interpretadas de formas muito diversas no universo da educação.  

O método ativo, que é centrado no estudante, visa uma aprendizagem com mais sentido, baseando-se no diálogo direto com a vida prática e o futuro profissional do estudante. 

Neste método o aluno aprende por investigação, descoberta, construção e interação com seus colegas e com o tema estudado. Já o professor se torna coadjuvante e atua como um tutor, ou seja, um facilitador para o desenvolvimento do conhecimento. 

No método tradicional, o professor detém todo o conhecimento e está no centro do processo de ensino e aprendizagem, enquanto o aluno atua, de forma passiva, como um receptor de teorias.

Aprofundando-se no tema

O método consiste em uma aprendizagem colaborativa em que o professor, o estudante e seus pares vão construir o conhecimento em conjunto, sem hierarquias. 

Essa perspectiva dialoga com a concepção de aprendizado de Paulo Freire, que acreditava que a educação acontece de forma a integrar um conjunto com diferentes atores, em suas reflexões, ações, palavras e ideias.

As metodologias ativas de aprendizagem passam por acolher o gosto dos estudantes e consideram seu jeito particular de aprender. O objetivo é ampliar neles as possibilidades de exercitar autonomia e liberdade, além de proporcionar mais interesse pelo aprendizado.  

Assim, para que a aprendizagem ativa aconteça de uma forma plena, é importante adicionar afeto e estimular a curiosidade.

Concepções fundamentais

Segundo o artigo da Revista Thema, periódico de Educação, as metodologias ativas de aprendizagem possuem princípios basilares interconectados. Conheça agora alguns destaques:

- Teoria versus prática

As metodologias ativas de aprendizagem adotam como ponto de partida a realidade prática para posteriormente estudar a teoria do objeto. O que diverge do que estamos acostumados a ver no ensino tradicional.

Desse modo, o estudante tem a oportunidade de uma maior interação na construção do conhecimento. 

Isso porque ele será deslocado a uma postura ativa de busca de sua compreensão com a pesquisa, a leitura, a comparação e a observação.

- Autonomia do aluno

Na postura de investigação, descoberta, comparação, pesquisa e leitura o estudante é incentivado a pensar seu próprio caminho. 

O abandono do lugar de receptor passivo tende a incentivá-lo a colaborar, não apenas visando sua compreensão do objeto estudado, mas também dos colegas que participam do processo.

Incentivando também sua participação e engajamento, além da autonomia. Afinal, o estudante encontrará um espaço mais aberto para discordar, interferir e contribuir.

- Reflexão

Compreender e refletir sobre o que acontece à nossa volta é uma potencialidade das metodologias ativas. 

Elas partem da concepção de que num mundo globalizado e tecnológico, se torna cada vez mais necessário criticidade, responsabilidade e visão intercultural. A fim de desenvolver uma postura humana, cidadã e coletiva no estudante.

- Inovação

O método ativo potencializa que uma sala de aula seja muito mais dinâmica e inovadora. Considerando que a inserção dessa metodologia incentiva o uso de práticas combinadas e outras metodologias. 

Assim, os professores e estudantes podem experimentar e elaborar diferentes modelos de aprendizado, de acordo com o objetivo do projeto. A sala de aula então tem o potencial de ser transformada em um laboratório de possibilidades.

- Professor mediador

É fundamental notar que o professor não perde seu valor. Na verdade, ele ganha uma nova responsabilidade. Seu papel será guiar, provocar e desafiar o estudante à finalidade pedagógica. 

Por isso, o professor precisa ser empoderado e ter seu lugar de referência garantido como um mediador de todo o processo.

Conheça as estratégias de aplicação

O livro Metodologias ativas para uma educação inovadora, organizado pela Doutora em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano, Lilian Bacich, destaca que o método ativo possui algumas estratégias de aplicação. Elas incluem:

- A aprendizagem baseada em projetos

 A  aprendizagem por projetos é uma estratégia de ensino por meio da experiência, que propõe uma conexão entre o estudante e um projeto de pesquisa que desperte o interesse dele.

O papel do professor, nessa proposta, é favorecer o ensino com base nas descobertas, frutos das pesquisas realizadas pela classe, sob sua orientação.

- A aprendizagem baseada em jogos

A gamificação é uma metodologia ativa de aprendizagem que expande os horizontes pedagógicos por meio de atividades motivadoras e divertidas

Assim, ela é a utilização de elementos dos jogos para gerar interesse e engajamento em diversas áreas. 

Com isso, possibilita que os alunos desenvolvam formas mais criativas e inovadoras de solucionar os problemas apresentados.

- O método de casos

Norteado por perguntas elaboradas pelo professor, o método de casos busca a resolução de problemas reais. 

Considerando os objetivos de aprendizagem, como competências e habilidades da BNCC, tem o potencial de trazer a aplicação de conceitos teóricos a problemas práticos.

Além disso, pode ser ainda mais significativo quando desenvolvido em equipe. O ponto alto desse método é a possibilidade de encontrar múltiplas soluções para o mesmo problema. Trabalhando assim, a criatividade e a imaginação.

- Sala de aula invertida

Na sala de aula invertida, invertem-se as expectativas tradicionais sobre o que o estudante deve fazer em casa e na sala de aula. 

Na escola, em vez de ouvir sobre conceitos e autores, o estudante terá oportunidade de discutir, esclarecer dúvidas, fazer atividades e colocar em prática o que aprendeu em casa. 

Utilizando o ensino híbrido, o professor então tem o papel de orientar o estudante sobre o que deve ser visto remotamente e possibilitar novas conexões e ideias no momento presencial.

Saiba como inserir as metodologias ativas na sua escola

Alguns passos devem ser seguidos antes de inserir essa metodologia na sua escola, mas é importante destacar que não necessariamente o modelo tradicional precisa ser abandonado. As metodologias ativas podem e devem dialogar com a prática tradicional.

As aulas expositivas continuam tendo valor e por isso, a depender do projeto ou da sua fase de execução, são essenciais. 

E para os gestores que ainda se sentem inseguros, uma boa alternativa é inserir pequenos projetos e atividades com os princípios das metodologias ativas ao longo do semestre. 

Como projetos de leitura, rodas de conversa, atividades diversas que trabalhem sua autonomia, participação e reflexão. Agora, veja alguns pontos de atenção!

- Discuta a temática

Mudanças nunca são fáceis, exigem pesquisa, comprometimento e apoio de todos os envolvidos.

Por isso, é essencial que professores, coordenadores, responsáveis, e principalmente os estudantes, façam parte de todas as discussões. Mas além disso, que tenham suas vozes e dúvidas respeitadas e acolhidas.

- Formação dos professores

A inserção de um ensino baseado nas metodologias ativas embora torne o estudante protagonista não retira do professor o papel de mediador e orientador de todo o processo.

O que exige cuidado, atenção e certo jogo de cintura para lidar com a possível imprevisibilidade de alguns caminhos que as aulas podem tomar.

Por isso, a formação continuada é fundamental! O novo formato tende a se distanciar do que os professores viram em sua trajetória de experiências e da graduação.

Assim, a formação vai possibilitar que os educadores conquistem segurança para trilhar esse novo caminho com os estudantes.

- Novas tecnologias

O uso das tecnologias faz parte da inserção das metodologias ativas no ensino, afinal, elas estão presentes no dia a dia dos estudantes.

Sua presença nas atividades de diversos componentes curriculares, além de tornar as aulas mais dinâmicas, pode facilitar a adaptação dos estudantes ao novo formato de aprendizagem.

Uma vez que um dos princípios das metodologias ativas passa pela aprendizagem personalizada e o estímulo da autonomia.


Por fim, gestor, devemos lembrar que a inserção das metodologias ativas em sua escola não significa o abandono do modelo tradicional.

As estratégias podem ser executadas por meio de atividades, práticas e outras metodologias que dialoguem com os princípios da autonomia e do protagonismo do estudante. Até o próximo texto!

Time de especialistas pedagógicos da Árvore

Esse conteúdo foi produzido por:

Time de especialistas pedagógicos da Árvore

Quero na Minha Escola

Leve a Árvore para sua escola!

Com inovação e leitura, você ajuda a preparar seus alunos para o futuro. Preencha o formulário no site e saiba mais!

10.000+ people recommend using Client-first

Você pode gostar também

aluna estudando em sala de aula
Educação

A importância de acionar conhecimento prévio dos alunos

Você sabe como acionar o conhecimento prévio do seu aluno durante a aula? Sabe a importância desse processo para a aprendizagem? Confira nesta postagem!

Continuar
game Assassin's Creed
Educação

Games e educação sob a perspectiva da neurociência

Confira o que a neurocientista Carla Tieppo traz sobre o tema dos games na educação.

Continuar
aluno fazendo prova do enem
Educação

Qual a relação do Enem e o Novo Ensino Médio? Descubra agora!

Neste post, o especialista no assunto Eduardo Deschamps conta pra gente qual a relação do Enem com o Novo Ensino Médio.

Continuar
adolescente em sala de aula
Educação

O que são os itinerários formativos no Novo Ensino Médio?

Para entender na prática como aplicar o Novo Ensino Médio, vamos explorar em mais profundidade os itinerários formativos. Vem com a gente!

Continuar