Tecnologia nas escolas: conheça as vantagens e desvantagens

Está cada vez mais evidente que a tecnologia tem transformado nosso cotidiano e nossa interação com as outras pessoas. O desenrolar das pequenas coisas do dia a dia, como a forma que tomamos ciência dos acontecimentos do mundo, o modo de assistir filmes e séries, aquela dúvida que já não é mais sanada com uma consulta ao dicionário, mas  com o oráculo da internet que em menos de três segundos nos apresenta a resposta, são exemplos que demonstram essas transformações. 

Nesse contexto de mudanças, a escola vem progressivamente sendo demandada para responder e acompanhar essas mutações. Para responder aos desafios dessa demanda, conheça as vantagens e desvantagens do uso da tecnologia nas escolas. Vem com a gente!

Quais as principais vantagens do uso de tecnologias na sala de aula?

As tecnologias digitais oferecem à escola uma melhora significativa da qualidade de ensino. As competências essenciais descritas pela BNCC são mais efetivamente desenvolvidas nelas, como a empatia e cooperação, cultura digital e a comunicação. Além disso, essas que são atribuições fortemente demandadas ao cidadão do século XXI.

Além da potencialidade de dinamizar o processo de ensino, propicia uma maior interação e trocas com o professor e colegas. Ademais, a conexão com a internet permite rapidez e uma fonte inesgotável de conhecimento, impulsionando o aprendizado de modo a tornar os componentes curriculares e habilidades mais lúdicas e palatáveis aos diferentes segmentos.

Acompanhamento do desenvolvimento

As plataformas tecnológicas oferecem ao professor a possibilidade de acompanhar o desenvolvimento de cada aluno, permitindo que as dificuldades encontradas pelo estudante em determinado assunto ou habilidade sejam enfrentadas. Assim, com um olhar mais assertivo sobre o desempenho de cada um, a leitura sobre o aprendizado da turma pode ser muito mais precisa.

Desse modo, criar atividades de ensino, de acordo com o interesse de cada aluno, não é mais um bicho de dez cabeças, em razão de as plataformas digitais oferecerem dados que permitem um acompanhamento individualizado, oportunizando um  atendimento mais cuidadoso sobre a trajetória do aluno. Não se pode esquecer que partir do universo de vida, gostos e preferências do discente é uma recomendação de um dos maiores pedagogos do país, Paulo Freire. 

Expansão do acesso

Outra vantagem do uso da tecnologia na escola é o rompimento da barreira espaço/tempo, tendo em vista que a comunicação e possibilidade de acesso às plataformas tecnológicas se expande para todos os lugares, rompendo os muros da escola.

O que trás uma mudança expressiva na concepção de aprendizagem, já que não mais se restringe a sala de aula. Esse fato também pode ser um aspecto valioso para o desenvolvimento de autonomia e responsabilidade nos alunos.

Leia também: Tecnologia na sala de aula: como pode beneficiar seus alunos?

E agora, quais são as desvantagens?

A sociologia da educação tem demonstrado que apenas  a inserção das tecnologias na escola, sozinhas, não são capazes de mudar o cenário da educação no país, principalmente porque elas precisam estar aliadas a uma educação comprometida e com objetivos bem traçados.

Isso porque possuir recursos sem traçar propósitos pode ser só mais uma gotinha em um imenso oceano.

Preparação do professor

Ademais, a preparação do professor é fundamental para uma utilização efetiva desse ferramental. Algumas pesquisas têm mostrado que é muito comum que o professor utilize tecnologia no seu dia a dia, no entanto, ainda apresenta dificuldades em fazer dela uma aliada no trabalho em sala de aula.

Por isso, a gestão escolar precisa estar atenta para fomentar a formação continuada de seus profissionais, oferecendo incentivo e possibilidades para o aprofundamento do seu conhecimento, principalmente a transposição didática. 

A gestão escolar, também, não pode perder de vista que a tecnologia não substitui a função do professor, pelo contrário, dá condições de uma prática mais assertiva e de proximidade, possibilitando a  criatividade pedagógica, como a criação de atividades que combinam a tecnologia com outras práticas, como oficinas, feiras e expressões artísticas.

Tecnologia que faça sentido para a escola

Assim, é de igual modo necessário uma escolha responsável da gestão escolar sobre qual tecnologia investir. Por serem muitas as possibilidades, é importante estar atento, considerando o Projeto Político Pedagógico da instituição, à melhor tecnologia que responde às aspirações da escola e ao seu propósito de educação, mas que principalmente responda às necessidades e dores do professor na dinâmica de ensino.

Leia também: Como a tecnologia educacional pode ajudar na sala de aula?

Por fim, o uso das tecnologias, assim como de qualquer outro recurso, possui vantagens e desvantagens que precisam ser avaliadas e consideradas. No entanto, não podemos menosprezar os avanços e a importância que a tecnologia em sala de aula tem acrescido para o aprendizado dos discentes, dinamizando o cotidiano escolar e ampliando seu potencial de ensino-aprendizagem.

Esse conteúdo foi produzido por:

Time de especialistas pedagógicos da Árvore

e-book Ensino híbrido

E-book

Ensino híbrido

Aprenda novas habilidades para criação de aulas que realmente funcionam.

10.000+ people recommend using Client-first

Você pode gostar também

professora realizando relatório de leitura
Gestão Escolar

Entenda a importância do relatório de leitura e como fazê-lo

Você sabe como elaborar um relatório de leitura dos alunos da sua escola? E a importância dele para o ensino? Confira neste post!

Continue lendo
sala de aula interativa
Gestão Escolar

6 ideias para criar salas de aula interativas em sua escola

Confira nesta postagem seis ideais inovadores para garantir salas de aula interativas na sua escola. Com isso, você vai garantir uma aprendizagem significativa!

Continue lendo