Checklist da escola segura: como a gestão promove saúde mental
Baixe agora!
Blog da Árvore
Professores
Primórdios do cinema: como trabalhar Georges Méliès em aula

Primórdios do cinema: como trabalhar Georges Méliès em aula

4 nov 2016
2 min
Post modificado em:
21/10/2022

Georges Méliès é considerado um dos pioneiros do cinema no mundo. Tudo começou em 1895 quando até então ilusionista assistiu ao lançamento da nova invenção dos irmãos Lumiére: o Cinematógrafo.

Depois de conhecer a invenção, Méliès passou a dedicar seu trabalho à criação e produção de diversos filmes e experiências nas telonas. Quer saber mais sobre o cineasta e como trabalhar o tema em sala de aula? Continue a leitura!

Quem foi Georges Méliès?

Georges Méliès era um grande ilusionista do século XIX que, depois de conhecer a invenção do Cinematógrafo pelos irmãos Lumiére, passou a se dedicar à produção de filmes e narrativas para a telona.

Foi ele quem produziu o famoso curta metragem Viagem à Lua, de 1902, considerado a primeira narrativa do cinema.

Assim como o curta, as obras de Méliès eram repletas de efeitos especiais, criados pelo próprio cineasta e que possibilitaram o início das narrativas cinematográficas tais quais conhecemos hoje.

Qual a importância de Méliès para o cinema?

Apesar de todo aparato tecnológico que permitiu o início do cinema ser uma invenção dos irmãos Lumiére, a importância de Méliès para o cinema consiste no fato do cineasta ter criado as primeiras narrativas e roteiros cinematográficos.

Além disso, pelo seu passado de ilusionista, ele aplicou muitas das suas técnicas para criar os efeitos especiais do cinema, que foram evoluindo até o que hoje conhecemos.

Naquela época, não havia ainda computador e a possibilidade de inteligência artificial atuando para esses efeitos especiais. Então, Georges Méliès deu a magia necessária aos primórdios do cinema!

Como trabalhar Georges Méliès em aula?

Há muitas possilidades de trabalhar o percursos do cinema em sala de aula. Confira nossas dicas:

1 - Pré-filme: conversas sobre os primórdios do cinema

Que tal, antes de exibir algum filme de Georges Méliès, abrir uma roda de conversa para as crianças e jovens falarem sobre como achavam que era os primórdios do cinema?

Alguns assuntos que podem render boas conversas para esse momento são:

  • Diferença de equipamentos de ontem e de hoje: as câmeras dos primórdios do cinema eram pesadas e ficavam paradas, diferente das câmeras e drones de hoje;
  • Teatro e cinema: o cinema ainda tinha muita relação com o teatro e as filmagens se davam tal como uma peça teatral;
  • Efeitos especiais: como os alunos acham que Georges Méliès criava os efeitos especiais na época?

2 - Exibição das obras de Georges Méliès

É claro que não pode faltar o momento da exibição das obras de Georges Méliès. Além do clássico Viagem à Lua, que você encontra disponível no Youtube, vale também a exibição de demais obras.

Algums exemplos de curtas produzidos por Méliès: O Homem da Cabeça de Borracha, A Sereia e A Lanterna Mágica. Dá para encontrar a maioria nesta playlist do Youtube também.

3 - Leitura e cinema

Você sabia que o famoso curta de Méliès, Viagem à Lua, foi inspirado no livro Viagem ao Redor da Lua, de Júlio Verne e publicado pela primeira vez em 1869? A oportunidade perfeita para incentivar a leitura da obra em sala de aula!

Após a leitura do livro ou parte do livro, vale uma roda de conversa para os alunos identificarem o que acharam parecido entre o livro e o curta, explorando assim a interpretação de diferentes formatos de narrativas.

Leia também: Confira 7 filmes que mostram a importância da leitura

4 - Primórdios do cinema hoje em dia

Vamos colocar os alunos para uma atividade mão na massa? A proposta pode ser bem simples: utilizar uma técnica dos primórdios do cinema para construir um filme hoje. Vale stop motion, teatro de sombras e peça teatral com filmagem.

Uma boa dica é também explorar o cinema mudo nas suas aulas. Se os alunos tivessem que interpretar a passagem de um livro (que tal o do Júlio Verne?) sem dizer uma palavra, como seria? Um ótimo exercício para a criatividade!

5 - Continuando o trabalho com Georges Méliès em aula

O trabalho com Georges Méliès em aula pode se desdobrar em ainda muitas atividades extraclasse. O filme A Invenção de Hugo Cabret, dirigido por Martin Scorsese, é um exemplo: ele é inspirado na vida e obra de Méliès e pode ser uma boa dica para os alunos continuarem suas investigações sobre o tema.

Além disso, os alunos também podem terminar de assistir aos muitos curtas de Georges Méliès com a sua família em casa, levando o que aprenderam em sala de aula.


Gostou das nossas dicas? Então confira mais indicações de como aplicar o cinema em sala de aula no nosso post!

Material gratuito

Trilhas de leituras prontas para sua escola!

Tenha em mãos um material exclusivo elaborado por nosso time pedagógico que vai ajudar no trabalho com a leitura na sua escola.

Baixe agora!
No items found.

Baixe o Guia Definitivo da Gestão Escolar!

Tenha acesso a dicas, materiais e conteúdos práticos para tornar o dia a dia da gestão escolar mais simplificado. É gratuito!

Preencha o formulário ao lado e receba o material no seu e-mail.

Formulário enviado com sucesso!
Erro! Por favor, tente novamente.
Trilha de Leituras

Material gratuito

Trilhas de leitura prontas para sua escola!

Tenha em mãos um material exclusivo elaborado por nosso time pedagógico que vai ajudar no trabalho com a leitura na sua escola.

Você pode gostar também

Professores

O que é atividade extraclasse? Descubra agora!

Você sabe o que são atividades extraclasse? Entenda como essas atividades podem aumentar o interesse e a motivação dos seus alunos?

Continuar
Professores

5 atividades educacionais para a festa junina na escola

Confira ideias de atividades educacionas para a festa junina da sua escola!

Continuar