Quer usar o ChatGPT na sua escola em 2024? Baixe nosso guia exclusivo!
Acesse agora!
Blog da Árvore
Educação
Celular na escola: vantagens e desvantagens

Celular na escola: vantagens e desvantagens

15 mar 2023
3 min
Post modificado em:
15/3/2023

O celular na escola pode ser um aliado ou um inimigo da formação dos estudantes. Tudo depende da mediação! Confira:

O celular no cotidiano de crianças e adolescentes

Em um levantamento de 2019, o Comitê Gestor da Internet no Brasil apontou que 90% das crianças e adolescentes estão conectados à internet. Desse número, 95% utilizam o celular como dispositivo principal para navegação.

Em 2021, ainda durante a pandemia, a PNAD Contínua analisou os dados de acesso à tecnologia. Ela comprovou que mais da metade das crianças de 10 a 13 anos já possuíam um celular próprio.

Esse cenário nos mostra que a presença desse dispositivo na vida das nossas crianças e jovens é incontornável. Na pandemia, o celular e as telas tiveram forte presença também na escola. Afinal, eles foram companhia de muitas crianças e jovens durante o ensino remoto.

No entanto, o tempo de tela e o uso em excesso do celular é uma preocupação frequente de muitos pais e educadores. E com razão!

De um lado, o celular possibilita o estreitamento de vínculos entre amigos e familiares, incentiva a pesquisa e a curiosidade, facilitando o acesso e a democratização da informação.

Por outro lado, existem riscos de um uso exagerado ou desorientado. Eles vão desde a exposição a conteúdos inapropriados até o desenvolvimento de sintomas como insônia e ansiedade.

Nesse contexto, é fundamental que pais, educadores e estudantes estejam atualizados sobre os riscos e benefícios da utilização do celular na escola. Saiba mais:

O celular em sala de aula: como orientar professores?

Antes de tudo, é essencial estabelecer qual postura a escola irá adotar quanto ao uso de celular na escola. E a gestão escolar tem um papel importante na definição de tais diretrizes!

A gestão pedagógica deve ouvir a equipe de professores sobre o tema. Isso pode ser feito a partir de encontros formativos e debates em torno do uso de dispositivos digitais. Depois, ela oficializar orientações sobre o uso da tecnologia e do celular na escola.

Mas hoje já podemos pensar em alguns caminhos possíveis!

Atentos às indicações de tempo de tela por idade, professores podem combinar, no início de cada aula, os momentos em que o celular poderá ser utilizado e aqueles em que os aparelhos devem ser silenciados e guardados nas mochilas. E se o combinado for quebrado?

Uma dúvida frequente é se a escola pode apreender os aparelhos de estudantes para evitar a distração em sala de aula. No entanto, essa não é uma prática recomendada: vale muito mais o diálogo e combinados prévios. As medidas punitivas devem dar lugar às práticas educativas.

O ideal é mostrar aos estudantes o que significa um uso consciente do celular. Afinal, o aparelho pode apoiar no consumo de conteúdos educacionais, comunicação com colegas, debates e pesquisas.

guia definitivo da gestão escolar
Guia prático

Baixe o Guia Definitivo da Gestão Escolar!

Um conteúdo gratuito com muitas dicas práticas e materiais exclusivos para a gestão escolar se manter atualizada e preparada para o ano letivo.

Baixe agora!

O celular na escola: como orientar os responsáveis?

É recomendado sempre comunicar à família quais atividades ou conteúdos foram oferecidos online. Desse modo, os responsáveis ficam cientes de que o uso do celular tem intencionalidade.

E que tal convidar pais e responsáveis para conversar sobre a presença do celular na escola?

Encontros ou palestras sobre tempo de tela e uso de tecnologias educacionais podem ser ótimos momentos de troca! Uma ponte com a escola apoiará os responsáveis nas regras e combinados para o uso do celular fora do espaço escolar.

Manter uma via de diálogo com as famílias poderá, inclusive, auxiliá-las a enfrentar eventuais problemas de uso excessivo do celular e outros tipos de telas.

Quais são as vantagens do celular na escola?

Quando o uso é mediado e tem intencionalidade pedagógica, o celular na escola pode contribuir no processo de ensino. A seguir, confira as vantagens de utilizar o celular em sala de aula:

  • Acesso a conteúdos diversos

A internet disponibiliza uma infinidade de textos, imagens, arquivos de áudio e vídeo. Cabe ao professor atuar como um curador, aquele que seleciona os recursos que irão complementar as aulas sobre determinado objeto do conhecimento.

Será interessante para uma aula de história o acesso a uma fonte histórica digitalizada? Um podcast de uma plataforma de streaming pode contribuir para debates em geografia ou biologia?

O celular possibilita o acesso a conteúdos digitais de qualquer lugar! Uma prática interessante pode ser utilizar o whatsapp ou mesmo o e-mail para compartilhar conteúdos selecionados com a sua turma.

  • Incentiva o letramento digital

Não podemos esquecer que a BNCC aponta a importância do letramento digital na formação integral do indivíduo. Por isso, aprender a utilizar as mídias digitais com ética e segurança é um passo fundamental em um mundo imerso na tecnologia.

O celular pode ser uma grande ferramenta para fomentar o letramento digital. Com ele, estudantes podem pesquisar como identificar fake news e checar fatos e dados. Além de aprender a elaborar senhas fortes ou habilitar a verificação em duas etapas.

  • Apoia a formação leitora

Com o advento das redes sociais, periódicos online e um acesso amplo à tecnologia, hoje lemos (e escrevemos!) o tempo todo.

Desde uma mensagem de texto até um artigo jornalístico: é imperativo que estudantes desenvolvam habilidades de leitura e escrita em diferentes tipos de mídia e suportes, como o celular.

A formação leitora perpassa toda a interpretação do mundo e, hoje, a tecnologia e o celular fazem parte dele!

Além disso, os livros digitais possibilitam a democratização do acesso à leitura literária. Imagina só ter milhares de livros na palma das mãos?

Aqui na Árvore, por exemplo, possuímos um acervo de diversos gêneros literários, segmentados por ano escolar. E o melhor: todos os livros podem ser lidos através do celular, em qualquer hora ou lugar, inclusive na escola! Bacana, né?

  • Favorece a autonomia

O ser humano nunca foi tão bombardeado por informações! Diferentes tipos de conteúdo estão em toda parte, no mundo online e no offline. Mas será que os nossos estudantes são capazes de navegar e pesquisar de forma segura e responsável?

Cabe à escola ensinar estratégias para que os alunos, de forma autônoma, busquem seus conteúdos favoritos em sites e plataformas confiáveis. Seja para estudo ou lazer!

Incentivar a autonomia de pesquisa garante a formação de sujeitos mais críticos e cada vez mais empoderados de seu processo de ensino e aprendizagem.

Quais são os desafios do celular na escola?

Como vimos acima, o celular pode ser uma ferramenta mediadora da aprendizagem. Tudo depende do uso que damos à ele!

E quando o celular se mostra um desafio? A escola também deve estar preparada para evitar e enfrentar as consequências do uso em excesso e sem a devida mediação:

  • Diminuição da interação e convívio social

A escola também é lugar de convívio e interação! O uso em excesso do celular pode impactar negativamente a formação social do indivíduo.

Um sintoma preocupante é a evitação do convívio com os colegas, seja durante as aulas ou no recreio, para ficar no celular.

Professores devem observar tais comportamentos e intervir junto à gestão e às famílias, com o apoio de especialistas de saúde mental.

  • Problemas de ansiedade e insegurança

Até os adultos tendem a acreditar que a grama do vizinho é mais verde. A influência das redes sociais nos adolescentes pode ser bastante nociva, especialmente quando o aluno ou aluna passa muito tempo navegando por ela.

E como a escola pode atuar? Educadores devem estar atentos aos sintomas de ansiedade e depressão, como irritabilidade, agressividade, tristeza e insegurança.

Além disso, atividades, propostas ou projetos em artes, literatura ou no esporte podem incentivar a expressão pessoal de cada um, apoiando no desenvolvimento da autoestima e autonomia.

O caminho não é proibir o uso de telefones celulares ou acesso às redes sociais. Mas trabalhar as competências socioemocionais para promover a saúde mental na escola.

  • Queda no rendimento escolar

Muitas horas no celular, principalmente antes de dormir, podem causar danos como insônia em crianças e adolescentes.

A falta de sono é um risco para o desenvolvimento cerebral e, consequentemente, para a solidificação de aprendizados.

Quando ultrapassa os limites, o uso do celular na escola também pode causar danos. Por isso, uma mediação de qualidade é indispensável!

Reforçamos aqui a importância dos combinados prévios: é preciso remover as distrações durante a fala do professor ou das atividades em grupo. A não ser que o celular seja uma ferramenta necessária, é claro.


Gestor, esperamos que o texto de hoje tenha contribuído para você pensar – ou repensar! – sobre o uso do celular na escola. Confira também o nosso vídeo “Formas alternativas de incentivo à leitura” para reflexões sobre as formas de incentivo à leitura frente aos novos desafios da educação. Até a próxima!

Baixe o Guia Definitivo da Gestão Escolar!

Tenha acesso a dicas, materiais e conteúdos práticos para tornar o dia a dia da gestão escolar mais simplificado. É gratuito!

Preencha o formulário ao lado e receba o material no seu e-mail.

Formulário enviado com sucesso!
Erro! Por favor, tente novamente.
guia definitivo da gestão escolar

Guia prático

Baixe o Guia Definitivo da Gestão Escolar!

Um conteúdo gratuito com muitas dicas práticas e materiais exclusivos para a gestão escolar se manter atualizada e preparada para o ano letivo.

Você pode gostar também

Educação

Novo Ensino Médio: desafios e escolha de carreiras

No Novo Ensino Médio, os itinerários formativos são fundamentais para os alunos. Neste post, você descobre mais sobre o assunto!

Continuar
Educação

Saúde mental x Socioemocional na escola: saiba a diferença e como leitura pode ajudar

Você sabe a diferença entre saúde mental e competências socioemocionais na escola? Confira neste post com dicas de como a leitura ajuda nos temas!

Continuar