Como trabalhar a interpretação de texto em sala de aula? Descubra agora!

17 fev 2022
4 min

Sabemos que apenas o domínio do código escrito não garante a compreensão do texto. A interpretação de texto pressupõe a identificação do sentido, relacionando o que se lê e os outros conhecimentos acumulados. Tudo isso exige a percepção de todas as características escritas e não escritas.

A  interpretação de texto deve ser incentivada em todos os segmentos escolares. Além disso, ela é transversal a todos os componentes curriculares, para além da Língua Portuguesa.

Mas não só isso! Ela é fundamental para uma postura consciente e crítica na sociedade. Potanto, nesse post, separamos algumas dicas para que você trabalhe essa capacidade tão importante com seus estudantes.

A interpretação de texto e a BNCC

A Base Nacional Comum Curricular destaca a importância de  compreendermos o eixo leitura para muito além das conexões de palavras. Ele compreenderia também imagens, pinturas, desenhos, filmes e músicas. Afinal, interpretar o texto tem a ver com ir além das palavras e informações explícitas, tem sobretudo a ver com o não dito.

A nova dinâmica social intensificada pela  internet e redes sociais, exige que os estudantes  façam uma leitura plena, contextualizada, conectada com a realidade.

Interpretação de texto e experiência social

O documento destaca ainda que a interpretação de texto tem o papel de possibilitar uma experiência social significativa. Afinal, as diversas práticas sociais nos apresentam a todo tempo novos gêneros textuais, novas formas de interagir, criar e recriar.

A BNCC aponta que não é apenas estar familiarizado com esses novos textos e interações. É imprescindível também conhecer e distinguir os aspectos políticos, estéticos e  éticos do que está sendo lido.

Portanto, a escola  tem o papel fundamental de possibilitar discussões, reflexões e suscitar o debate de ideias e argumentos contrários. Assim, o documento destaca algumas dimensões essenciais para a prática leitora e interpretação.

Desenvolvendo as competências da BNCC pela interpretação de texto

Dos elementos essenciais para o desenvolvimento das competências gerais da BNCC, isto é, para a mobilização de conhecimentos, atitudes e valores para a vida em sociedade, destacamos:

  • Relacionar o texto com suas condições de produção, como o contexto que foi escrito, sua circulação; a forma como é recebida em diferentes espaços; valorização e entendimento estéticos, políticos e ideológicos.
  • Identificar e conhecer os diferentes gêneros textuais, as diferentes vozes e discursos do texto, assim como o diálogo com outras obras. Também, ser capaz de selecionar e priorizar os discursos.
  • Ter a capacidade de refletir sobre a contestabilidade das informações.
  • Ser capaz de identificar os efeitos que as palavras, pontuações e expressões podem assumir no texto.

Dicas práticas para cada etapa escolar

As dimensões da leitura são múltiplas, assim como as formas textuais. Desse modo, é necessário que abordagens diversas sejam incentivadas considerando o segmento escolar do estudante. Veja as dicas que destacamos.

Educação Infantil e o início da jornada

  • Na educação infantil, o uso  de  desenhos e músicas pode ser acionado como aliado para ajudar na compreensão de um texto.
  • Como estão numa etapa muito inicial, os recursos  podem ser melhor aproveitados se os textos forem mais objetivos, utilizando formas lúdicas de mediação como o fantoche, por exemplo.
  • Os pequenos podem e devem ser questionados e incentivados a refletir sobre o que está sendo tratado. A comparação é um excelente elemento que já pode ser introduzido nesse segmento.
  • Elementos visuais semelhantes ou divergentes podem ser destacados para ajudar na criação de repertórios e imaginação, podendo auxiliar na compreensão.  
  • As brincadeiras têm papel fundamental nessa fase. Assim, a criação de ilustrações e o modular de massinhas, por exemplo, podem ser usados como forma de avaliação da sua capacidade de interpretação.

Interpretação de texto nos anos iniciais do Ensino Fundamental

No ensino fundamental, a maior etapa do ensino básico, os professores poderão desenvolver por mais tempo a capacidade da interpretação textual.

  • Nossa primeira dica é começar destacando os elementos introdutórios do texto. Um pré conhecimento do que será lido, quais personagens, qual contexto pode atrair a atenção e facilitar a compreensão.
  • Relembre os estudantes da importância de ler ou observar um texto pausadamente  e retornar a ele sempre que necessário.
  • Elaborar explicações de cada parte do texto com suas próprias palavras, sem copiar o que foi lido, é um excelente artifício para textos maiores.
  • Pesquisar os significados das palavras desconhecidas é fundamental para que o estudante não se confunda ou perca o sentido das orações essenciais.
  • Trazer para a sala de aula diversos gêneros textuais como notícias, entrevistas, artigos,  e trabalhá-los de forma comparativa. Aqui, as plataformas digitais podem ser ótimas aliadas para combinar  tecnologia e aprendizado. Um exemplo é a utilização da gamificação, a fim de ajudar a potencializar sua capacidade interpretativa de forma divertida.

Anos finais do Ensino Fundamental e Ensino Médio

  • Nas etapas finais da educação básica, o incentivo audiovisual também é importantíssimo! As imagens e as músicas são recursos linguísticos muito utilizados empropagandas eleitorais, publicitárias e na comunicação individual cotidiana. As imagens têm espaço e peso significativos, de modo que a criticidade na interpretação é imprescindível. Isso faz com que a exploração das imagens seja um ótimo caminho. Você pode incentivar essa prática a partir da metodologia da comparação, privilegiando os antagonismos e as semelhanças.
  • Não deixe de destacar as figuras de linguagens e figuras de pensamento presentes nas imagens. Elas devam ser refletidas, questionadas e analisadas, utilizando outros recursos para além dos textos escritos. Para isso, fomente observações e mostre as discussões que circundam a leitura, são essenciais para uma leitura plena do texto.
  • Ajude os estudantes a identificar as principais características da narrativa. Além disso, relacioná-la com outros contextos e acontecimentos são ótimas formas de atraí-los. Educador, abuse da intertextualidade!
  • Não deixe de fomentar discussões sobre os diversos sentidos do texto, como  o literal e as ideias subentendidas.

Fique de olho!

Educadores(as), esperamos que nosso post de hoje te ajude a pensar em novas formas de fomentar a habilidade leitora. Lembrando que a vivência, valores e crenças dos estudantes podem ser ótimas estratégias de aproximação das leituras.

Assim, observe os desenhos, filmes e jogos mais amados pelos estudantes! Isso tonar a prática muito mais interessante por meio da identificação. Até o próximo texto!

Time de especialistas pedagógicos da Árvore

Esse conteúdo foi produzido por:

Time de especialistas pedagógicos da Árvore

Trilha de Leituras

Material gratuito

Trilha de Leituras Árvore

Garanta o desenvolvimento da leitura na sua escola no ensino híbrido ou presencial.

10.000+ people recommend using Client-first

Você pode gostar também

banner do congresso
Educação

Conversas que Transformam: congresso digital para educadores

Vem aí a 3ª edição do congresso digital para educadores Conversas que Transformam! Confira os destaques do evento.

Continuar
aluna aprendendo com games
Educação

Games na educação: confira por que utilizar e exemplos para sala de aula!

O post traz uma explicação de como os games podem ajudar na sala de aula e na aprendizagem, além de exemplos práticos de jogos aplicados na educação.

Continuar
aluno fazendo prova do enem
Educação

Qual a relação do Enem e o Novo Ensino Médio? Descubra agora!

Neste post, o especialista no assunto Eduardo Deschamps conta pra gente qual a relação do Enem com o Novo Ensino Médio.

Continuar
alunos em sala de aula usando metodologia ativa
Educação

Metodologias ativas de aprendizagem: tudo o que você precisa saber

Precisa descobrir mais sobre as metodologias ativas? Tem dúvida sobre como aplicá-las na sua escola? Neste post explicamos tudo sobre metodologias ativas!

Continuar