Checklist da escola segura: como a gestão promove saúde mental
Baixe agora!
Blog da Árvore
Árvore na Escola
Educação bilíngue: como a Árvore pode ajudar?

Educação bilíngue: como a Árvore pode ajudar?

15 dez 2022
4 min
Post modificado em:
15/12/2022

Gestor, quer conhecer mais sobre educação bilíngue e sanar suas principais dúvidas? Acesse o texto e confira um guia prático e completo!

No final, confira também como a solução Comunicar da Árvore pode potencializar o ensino na escola bilíngue.

O que é educação bilíngue?

A Educação Bilíngue é um conceito complexo que, ao longo dos anos, vem tornando necessária a reflexão do seu significado. Por sermos parte de uma sociedade globalizada, é fundamental preparar os estudantes para uma interação universal de forma significativa, autônoma e cidadã.

A Educação Bilíngue, para a especialista Ana Cristina Bonetti Soares, mestre pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná (UNIOESTE), é:

“[...] a única maneira possível de educar crianças no século XXI e, de modo extensivo, jovens e adultos também. Desta forma, torna-se imprescindível pensar em estratégias de ensino capazes de enfrentar o grande desafio de ampliar o repertório linguístico de nossos alunos, possibilitando o desenvolvimento de competências linguísticas necessárias para a participação cidadã neste mundo global." (SOARES, 2020, p. 156).

Desse modo, a Educação Bilíngue está pautada no desenvolvimento de indivíduos autônomos e reflexivos. Os alunos passam ainda a respeitar a pluralidade cultural e linguística de um mundo interconectado e diverso.

Bilinguismo versus plurilinguismo

Aqui no Brasil, o senso comum relaciona a educação bilíngue unicamente ao aprendizado da língua inglesa. Mas é importante notar que vivemos em um país plurilíngue!

O plurilinguismo diz respeito à diversidade de línguas que existem em um país. Por aqui, temos a Língua Brasileira de Sinais, os idiomas de fronteira, como o espanhol, e as mais de 200 línguas indígenas brasileiras. Todas com legislações que cobrem o direito dos seus demandantes de serem bilíngues.

Desse modo, o bilinguismo vai muito além do aprendizado da língua inglesa, abrangendo outros idiomas e culturas. No entanto, é importante observar que o inglês ocupa um espaço muito importante na dinâmica mundial. Afinal, é considerada uma das mais faladas do planeta.

O que significa que, grande parte do acervo cultural, informacional e científico circula por essa linguagem. Assim, vamos discutir o bilinguismo, a partir do ensino da língua inglesa.

E-book gratuito

Saiba tudo sobre Educação Bilíngue!

Se você é gestor escolar, baixe nosso material gratuito sobre como aplicar a educação bilíngue na sua escola.

Baixe agora!

A diferença da educação bilíngue na escola e os cursos de inglês

Outro aspecto que é motivo de confusão, é a diferença entre educação bilíngue e o ensino da língua inglesa. Então vamos às diferenças:

  • Educação bilíngue:

Nneste formato, a língua será utilizada como um recurso, um meio, para o alcance de determinado conhecimento.

Por exemplo, em uma aula de biologia, o aprendizado dos termos se dará a partir da língua que se quer desenvolver.  

Tem-se, portanto, um mergulho em várias direções ao idioma alvo. Cada escola vai apresentar uma proposta que melhor encaixa em seu currículo.

  • Escolas de idiomas:

São espaços para aprender sobre uma segunda língua. É como se o inglês fosse uma disciplina, na qual as aulas são voltadas exclusivamente para a aprendizagem da fonologia, gramática, vocabulários e afins.

Muitas vezes, as aulas acontecem desconectadas culturalmente do idioma alvo. Isso porque, nesse modelo, nem sempre há uma imersão completa, uma vez que as aulas podem não ser ministradas em inglês.

Qual a importância e vantagens da educação bilíngue?

Expande o repertório cultural

Conhecer hábitos, ideias e costumes diferentes, tem o potencial de deslocar o estudante a alcançar novas perspectivas. Além de torná-lo um indivíduo mais empático e flexível.

Essas são algumas das competências socioemocionais fundamentais para tornar-se um cidadão reflexivo e responsável socialmente.

Potencializa a memória e desenvolvimento cognitivo

Quando o indivíduo está inserido em um contexto bilíngue, seu cérebro desenvolve de forma mais rápida e eficiente uma solução de problemas. Além de estimular a criatividade, a atenção e a memória.

De acordo com a neurociência, a  memória do ser humano é “elástica”. Quando aprendemos outro idioma, a capacidade de recuperar informações no momento que precisamos delas se expande.

Amplia oportunidades no mercado de trabalho

No contexto globalizado, muitas empresas já não operam apenas no mercado local. Trata-se de uma realidade que tende a se acentuar. Isso porque as organizações têm uma necessidade muito grande de estabelecer parcerias comerciais com outros países.

Por isso, o profissional bilíngue tem mais oportunidades no mercado de trabalho, bem como maiores salários. Dominar outro idioma também abre as portas de programas em outras empresas e instituições de ensino internacionais.

Como a leitura pode ajudar no ensino bilíngue

A língua conectada ao todo:

Na educação bilíngue, é preciso que a língua seja conectada às ações, práticas e à vida da escola. De modo que esteja à serviço dos conhecimentos trabalhados em seu currículo.

A escola, então, deve abraçar o idioma em seu cotidiano. Assim, alunos e professores bilíngues com formação o compreenderão como parte do todo.

Nesse processo, a leitura é aliada pois é uma fonte inesgotável de narrativas, ideias e bens culturais. A partir dos materiais didáticos e professores engajados, pode-se encontrar muitos progressos.

Todos esses aspectos são oportunidades para que os educadores trabalhem o idioma em diálogo com a perspectiva de uma formação integral.

Criar um ambiente de uso confortável da língua:

A fim de que se sintam à vontade para errar, aprender e reaprender é essencial que os estudantes tenham um ambiente acolhedor!

Isso os incentiva a dar sentido e significado ao uso da língua, e assim, desenvolver autonomia no dia a dia das aulas. Para criar esse espaço de confiança na educação bilíngue, os livros são uma ótima oportunidade.

Além de poder os gostos literários dos alunos, o trabalho com os livros oferece o acesso a um novo universo. Assim, o aluno expande perspectivas e possibilidades de explorar o mundo.

A leitura permite, ainda, que se alcance um ritmo consistente de progresso e afinidade com o novo idioma.

Inserção de tecnologia:

Na educação bilíngue, é importante planejar atividades e projetos literários conectados à ferramentas digitais no cotidiano das aulas. Essa é uma forma de trazer naturalidade à imersão linguística do idioma.

As ferramentas digitais estimulam o estudante no contato com o universo da língua. Além disso, expandem seu repertório linguístico e intercâmbio cultural, a partir do acesso a tradições, costumes e narrativas.

Ampliando assim, a capacidade de empatia e respeito ao outro. Habilidades destacadas pela BNCC como fundamentais para o mundo do século XXI.

Além disso, as ferramentas digitais, de modo personalizado, podem apoiar os professores no acompanhamento da evolução dos estudantes.

Desenvolvimento de confiança

A partir da leitura, o estudante também vai se sentir mais seguro para escrever. Afinal, seu vocabulário vai se expandindo ao longo do tempo. O exercício da leitura tende a desenvolver a articulação, interpretação e raciocínio na língua. O que significa, progressivamente, o alcance de confiança no seu uso.

Conheça a solução Comunicar da Árvore

  • Qualidade  e diversidade do  acervo:

Sabemos que para aprender um novo idioma é necessário muita exposição e conexão com a língua alvo. Desse modo, o acesso a uma diversidade de textos e formatos literários é essencial para dar um contexto cultural.

Pensando nisso, a Árvore Inglês oferece um acervo de mais de 3 mil títulos clássicos, contemporâneos e textos informativos sobre temas variados. Composto por editoras renomadas como E-future Classic Readers, Teacher Created Materials, Time for Kids e Graphic Universe.

  • Classificação eficiente:

Todos os livros do acervo Inglês da Árvore são separados por complexidade textual.

Essa classificação dos livros é baseada em uma metodologia internacional para proficiência em leitura. O nivelamento A-Z ,inspirado em Fountas & Pinnell, é uma organização simples e lógica de acordo com o alfabeto.

Um formato utilizado amplamente por vários países, em razão da sua credibilidade afirmada por instituições internacionais, como universidades e escolas modelo.

  • Oficinas pedagógicas:

Já pensou em ter uma equipe para apoiar na criação de práticas imersivas e engajadoras na educação bilíngue da sua escola?

A Árvore oferece às escolas o apoio do nosso time pedagógico para a proposição de oficinas específicas. O objetivo é ampliar as possibilidades de contato com a língua por meio da leitura.

Tais como contação de histórias, projetos e concursos literários, entre outras possibilidades que combinam aprendizagem imersiva e diversão.

Gestor, que tal conhecer a solução Comunicar da Árvore? Acesse o site, preencha o formulário e ganhe uma demonstração gratuita!

Baixe o Guia Definitivo da Gestão Escolar!

Tenha acesso a dicas, materiais e conteúdos práticos para tornar o dia a dia da gestão escolar mais simplificado. É gratuito!

Preencha o formulário ao lado e receba o material no seu e-mail.

Formulário enviado com sucesso!
Erro! Por favor, tente novamente.
ebook sobre educação bilíngue

E-book gratuito

Saiba tudo sobre Educação Bilíngue!

Se você é gestor escolar, baixe nosso material gratuito sobre como aplicar a educação bilíngue na sua escola.

Você pode gostar também

Árvore na Escola

Leitura no ensino médio é sucesso com Árvore

Confira uma entrevista exclusiva com o Colégio Montessori contando como a Árvore tem ajudado a trabalhar a leitura no Ensino Médio.

Continuar

Leitura e tecnologia: conheça as ações inspiradoras dos Semeadores nas escolas  

Conheça ações inspiradoras em leitura e tecnologia com os Semeadores de Leitura da Árvore.

Continuar