Checklist da escola segura: como a gestão promove saúde mental
Baixe agora!
Blog da Árvore
Educação
Confira 3 exemplos práticos de metodologias ativas!

Confira 3 exemplos práticos de metodologias ativas!

5 de julho de 2018
5 minutos
Post modificado em:
31/8/2021

As mudanças educacionais, tecnológicas e sociais que ocorreram nas últimas décadas impactaram diretamente a organização escolar. Os jovens e as crianças atuais são muito diferentes dos alunos que a escola recebia no passado: eles são nativos digitais, têm mais acesso à tecnologia e à informação e estão sempre conectados. Por isso, necessitam de metodologias de ensino diferenciadas e modernas capazes de despertar a sua motivação, como uma aula dinâmica e interativa. Uma boa opção são as metodologias ativas.

As metodologias ativas propõem um eficiente modelo de ensino-aprendizagem que estimula a autonomia intelectual do estudante e utiliza menos aulas expositivas e mais aulas dinâmicas. Assim, o aluno deixa de ser um agente passivo na aprendizagem, que apenas escuta o que é ensinado. O estudante passa a ser o protagonista na construção do conhecimento. Já o professor passa a atuar, cada vez mais, como mediador do processo de ensino-aprendizagem, conduzindo as aulas e as discussões.

Quer alguns exemplos de como aplicar a metodologia ativa na sua escola e deixar as aulas dinâmicas? Então continue acompanhando!

1. Uso de gamificação permite metodologias ativas

Educação, tecnologia e inovação são alguns dos assuntos mais debatidos atualmente. A tecnologia por si só não é capaz de tornar a aula dinâmica. Mas se bem utilizada e com educadores capacitados, pode contribuir para uma aula dinâmica e eficiente.

Por exemplo, a utilização de estratégias de gamificação aliadas à conteúdo digital pode favorecer a aprendizagem. Dessa forma, tais estratégias, quando bem aproveitadas pelo professor, contribuem para o interesse do aluno, o tiram do papel de espectador e o colocam como protagonista. Os jogos mostram para o aluno o seu desempenho, engajando-o e estimulando-o.

Um ótimo exemplo é o que foi aplicado pela professora de História, Marili Bassini, na cidade de Americana-SP. A professora viu o potencial dos games em sala de aula e pediu que os alunos analisassem o jogo Assassin’s Creed. O game possui uma de suas edições ambientadas em Paris no período da Revolução Francesa. Dessa maneira, a proposta era que os alunos estudassem aspectos da narrativa envolvendo o jogo e identificassem quais deles eram reais e quais eram fictícios. Isso porque esse game não tem um compromisso com a realidade histórica. O resultado: alunos engajados, que fizeram uma profunda pesquisa sobre o tema e aptos a discutir questões ligadas ao assunto.

Material gratuito

Trilhas de leituras prontas para sua escola!

Tenha em mãos um material exclusivo elaborado por nosso time pedagógico que vai ajudar no trabalho com a leitura na sua escola.

Baixe agora!

2. Elaboração de projetos

A aprendizagem por elaboração de projetos ou permite que os alunos desenvolvam a autonomia, trabalho em equipe, liderança e solução de problemas. Com isso, os alunos são agentes ativos do seu aprendizado e responsáveis pela execução do projeto. Aliás, os projetos podem contar ou não com as modernas tecnologias. Tudo depende de como ele vai ser desenvolvido, ok?

Um exemplo de projeto bem-sucedido aliado à tecnologia ocorreu no interior no Ceará, na Escola Estadual de Educação Profissional Guilherme Teles Gouveia. Nele, alunos do Ensino Médio utilizaram seus conhecimentos em educação ambiental e tecnologia para criar um aplicativo de smartphone que possibilita o monitoramento dos recursos hídricos dos domicílios e a economia de água.

Portanto, para a realização desse projeto os alunos precisaram executar tarefas, vencer desafios e propor soluções para problemas que não têm uma resposta fácil. Dessa maneira, os alunos atuaram como protagonistas do seu aprendizado e precisaram articular diferentes saberes.

3. Classe invertida

A classe invertida, como o próprio nome indica, propõe uma inversão nas aulas tradicionais. Assim, os alunos devem ler o conteúdo em casa e discutir e resolver questões na sala de aula. A classe invertida também ajuda a promover a dinamização do ensino uma vez que diminui a quantidade de aulas expositivas e teóricas. Portanto, ela é um ótimo exemplo de metodologias ativas.

Essas são apenas algumas das tendências das metodologias ativas, que permitem uma aula dinâmica e mais eficiente. Assim, essas metodologias proporcionam um desenvolvimento real dos alunos. Pronto para colocar as metodologias ativas em prática na sua escola?

Se quiser saber mais informações sobre técnicas de ensino, siga nosso canal no YouTube! Por lá, compartilhamos semanalmente vídeos com dicas pedagógicas.

No items found.

Baixe o Guia Definitivo da Gestão Escolar!

Tenha acesso a dicas, materiais e conteúdos práticos para tornar o dia a dia da gestão escolar mais simplificado. É gratuito!

Preencha o formulário ao lado e receba o material no seu e-mail.

Formulário enviado com sucesso!
Erro! Por favor, tente novamente.
Trilha de Leituras

Material gratuito

Trilhas de leitura prontas para sua escola!

Tenha em mãos um material exclusivo elaborado por nosso time pedagógico que vai ajudar no trabalho com a leitura na sua escola.

Você pode gostar também

Educação

Pisa 2022: desempenho educacional do Brasil na avaliação

Confira os resultados do Brasil e do mundo Programa Internacional de Avaliação de Estudantes, o PISA 2022.

Continuar
Educação

Como trabalhar interpretação de texto em sala de aula?

Educador ou educadora, trabalhe a interpretação de texto com seus estudantes em sala de aula. Confira indicações para cada segmento escolar!

Continuar